Família

Conheça essa história emocionante: “Minha irmã foi meu útero de substituição”

Mesmo sem ter filhos, Vivian aceitou realizar o sonho de sua irmã Fabiana

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: Sandro Klobucar Fotografia/Acervo Pessoal)

(Foto: Sandro Klobucar Fotografia/Acervo Pessoal)

Nós não paramos de nos surpreender e emocionar com tantas histórias que estamos recebendo no projeto “Lá em Casa é Assim”, parceria da revista Pais&Filhos com a Natura Mamãe e Bebê. A Fabiana Kirol contou para a gente como a sua irmã, Vivian, fez uma verdadeira prova de amor ao se oferecer para ser seu útero de substituição e ajuda-la a realizar o sonho da maternidade. Você tem que conhecer essa história!

“Meu nome é Fabiana, tenho 39 anos e sou casada há 8 com o Fernando. Desde criança meu sonho era ser mãe, mas desde os 7 anos tive diabete tipo 1 e aos 21 comecei a sofrer de nefropatia diabética (alteração nos vasos sanguíneos dos rins, que leva à perda de proteína por meio da urina). Sendo assim, precisei fazer tratamento através de hemodiálise para suprir o funcionamento dos meus rins até a chegada do tão esperado transplante.

No ano de 2006 fui presenteada por Deus com os meus dois transplantes (rim e pâncreas), me livrando assim da hemodiálise e da diabetes, mas deixando meu sonho de ser mãe ficar longe. Devido aos imunossupressores que tomo diariamente, uma gravidez colocaria meu bebê em risco e minha vida também.

Mas Deus é tão bom comigo que me deu uma irmã, a Vivian, muito abençoada e que me ajudou a realizar o grande sonho da minha vida. Ela, mesmo sem ter filhos, emprestou seu útero para gerar nosso tão esperado bebê através de fertilização in vitro.

(Foto: Sandro Klobucar Fotografia/Acervo Pessoal)

 

(Foto: Acervo Pessoal)

(Foto: Acervo Pessoal)

Hoje, com 1 ano e 9 meses de idade, temos a nossa grande Vitória! Nossa filha nasceu e assim conhecemos o verdadeiro amor entre pais e filhos e o amor em família, que minha irmã demonstrou. Desde o dia que soube que não poderia engravidar, ela resolveu me agraciar com essa nobre atitude.

Mesmo não tendo sido gerada na minha barriga, o amor que sinto pela minha filha é tão grande, ou até maior, do que se tivesse sido gerada por mim. Hoje em dia a Vitória convive diariamente com a Vivian, que também é madrinha dela, em um relacionamento de grande amor.

Hoje estamos pensando em dar um irmão ou irmã para nossa filha através de uma nova historia de amor: a adoção.

Quando a Vitória começar a entender melhor as coisas, com certeza vamos contar toda essa história de amor que envolve nossa família.”

Leia também

Essa tal Barriga de Aluguel

Kim Kardashian desabafa sobre barriga de aluguel

Barriga de aluguel: veja quais famosos precisaram de uma ajudinha para engravidar

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não