Crianças no Tik Tok: como proteger a privacidade do seu filho e usar a rede social de forma segura

Considerando que tudo o que é feito na internet deixa uma marca e faz parte da identidade digital dos usuários, é importante orientar a criança para que ela use a rede social com responsabilidade

O Tik Tok é uma das redes sociais mais usadas por crianças e adolescentes em grande parte do mundo (Foto: Thinkstock)

Não tem jeito. Se o seu filho ainda não usa a internet ou tem um perfil nas redes sociais mais famosas, isso vai acontecer em algum momento da vida dele. Isso é comum porque eles já nasceram em um mundo em que a tecnologia é superacessível. Além disso, as crianças estão entrando na internet cada vez mais cedo.

-Publicidade-

Mas não é preciso se desesperar: essas atitudes não devem ser vistas como um problema. O digital facilita, sim, a nossa vida e não precisamos privar os nossos filhos desses benefícios. O que devemos fazer é orientar para que eles usem os meios com responsabilidade e durante um tempo adequado. As crianças e os adolescentes não conseguem chegar ao equilíbrio sozinhos. Nada de exagerar.

O Tik Tok é uma das redes sociais mais usadas por crianças e adolescentes em grande parte do mundo. Considerando que tudo o que é feito na internet deixa uma marca e faz parte da identidade digital dos usuários, a ESET, empresa líder em detecção proativa de ameaças, compartilhou uma série de recomendações ao configurar a privacidade e segurança no Tik Tok. Essas dicas vão te ajudar a proteger seu filho também no mundo digital:

-Publicidade-

Privacidade e segurança no Tik Tok

Como na maioria das redes e aplicativos sociais, as opções de privacidade e segurança estão dentro do perfil. Na seção “Configurações”, você encontrará o menu com todas as opções que o Tik Tok permite editar. As mais relevantes são segurança e privacidade, mas é aconselhável verificar todas elas. A opção “Privacidade” permite configurar tudo relacionado a publicações; quem pode vê-los, fazer comentários, marcar e entrar em contato com o usuário, entre outras coisas. Dentro do perfil, pressione os três pontos localizados no canto superior direito e escolha o menu “Configurações e privacidade”. Veja os pontos mais importantes para ficar de olho:

Gerenciar conta

São as diferentes maneiras de fazer login, usando uma senha, outras contas de mídia social ou usando o método do código de verificação. É recomendável configurar a conta usando um número de telefone e um e-mail que servirão como método de validação ao fazer login em um novo dispositivo.

Se o seu filho ainda não usa a internet ou tem um perfil nas redes sociais mais famosas, isso vai acontecer em algum momento da vida dele (Foto: Shutterstock)

Segurança

Permite verificar os dispositivos onde a sessão foi iniciada e a atividade da conta nos últimos dias para detectar movimentos incomuns.

Privacidade e segurança

São fornecidas permissões e acesso ao conteúdo. É aconselhável configurar o perfil como “privado” para que apenas os seguidores que aceitaram possam ver o conteúdo.

Publicações

Existem três opções de quem pode visualizá-los: seguidores, amigos (ou seja, eles se seguem) ou apenas o usuário. Restringir comentários, duetos e reações também são permitidos.

Sincronização familiar

É uma função de controle dos pais que facilita muito a vinculação do dispositivo de um menor ao de seus pais ou responsáveis. Depois que os dispositivos estiverem vinculados, a conta do administrador poderá configurar as opções de “gerenciamento de tempo da tela” e “modo restrito” na conta da criança, além de restringir as pesquisas e limitar quem pode escrever mensagens diretas pelo bate-papo.

    -Publicidade-