Descubra se você está criando uma criança saudável

Faça o nosso teste para descobrir

Preparamos um teste para descobrir como está a alimentação da sua família e encontrar soluções fáceis para melhorar na rotina (Foto: Getty Images)

A resposta pode te surpreender. Preparamos um teste para descobrir como está a alimentação da sua família e encontrar soluções fáceis para melhorar na rotina.

  • 1. Um lanche típico na sua casa é:
  • a) Frutas ou vegetais
  • b) Algo crocante, como pretzels, biscoitos ou uma barra de granola
  • c) Queijo ou iogurte

 

  • 2. Com que frequência seus filhos bebem suco?
  • a) Todas as vezes que eles quiserem. Afinal, é basicamente fruta
  • b) De vez em quando – geralmente quando é servido em festas de aniversário ou na casa de outra pessoa
  • c) Um copo grande diariamente, geralmente no café da manhã ou no almoço

 

  • 3. Qual melhor descreve sua estratégia principal para fazer seu filho comer vegetais?
  • a) Sirvo em todas as refeições, mesmo que estejam acompanhados com queijo ou molho, e peço que meu filho que dê uma mordida
  • b) Você esconde vegetais quando pode (em muffins de abobrinha no café da manhã, por exemplo), então tudo bem se ele recusar os que você serve abertamente
  • c) Você não se preocupa se ele come vegetais porque isso torna as refeições muito estressantes

 

  • 4. Sua abordagem aos doces pode ser resumida da seguinte maneira:
  • a) Você permite um doce pelo menos algumas vezes por semana, desde que seu filho coma uma variedade de alimentos saudáveis
  • b) Limita-os principalmente a ocasiões especiais
  • c) Você é bem descontraído com doces. Você não se nega, então por que negar seu filho?

 

  • 5. Com que frequência você serve alimentos desconhecidos ou que seu filho não havia gostado anteriormente?
  • a) Algumas vezes por semana
  • b) Ocasionalmente, mas é sempre uma decepção
  • c) Muitos ou a maioria dos dias

 

  • 6. Se você comer salmão grelhado, batata doce assada e feijão verde no jantar, o que seu filho vai comer?
  • a) Exatamente a mesma coisa
  • b) Algo que seja um sucesso garantido, como macarrão com queijo ou cachorro-quente
  • c) Parte da refeição que estou comendo, mas trocando algum item

 

  • 7. Supondo que você deixou uma tigela de frutas no balcão. O que aconteceria?
  • a) Seu filho comeria um pouco
  • b) Seu filho pediria um lanche diferente, mas comeria a fruta se você o oferecesse
  • c) Seu filho pediria um lanche diferente e não escolheria frutas como alternativa

 

  • 8. Com que frequência seu filho come grãos integrais?
  • a) Frequentemente ou nunca
  • b) Ele come principalmente grãos integrais – você raramente tem farinha branca, arroz branco ou pão branco em casa
  • c) Ele come alguns grãos integrais, como pão integral, aveia e, ocasionalmente, arroz integral

 

  • 9. Compare o almoço que seu filho comeu hoje com o que ele almoçou no início da semana. Foi:
  • a) O mesmo que nos últimos dias, mas pelo menos foi bem equilibrado
  • b) Bastante diferente e ainda bem equilibrado
  • c) Hum… a ideia dele de “mudar” faz com que a gente teste sabores diferentes

 

  • 10. Como você descreveria a gama de cores de todos os alimentos que seu filho comeu ontem (excluindo doces)?
  • a) Eles são principalmente da família bege, com muito branco e alguns alimentos marrons
  • b) Um toque de cor aqui e ali, mas nada em qualquer tom de verde
  • c) Uma ampla gama de cores, incluindo verde escuro

 

TABELA DE DESEMPENHO

Adicione os pontos para cada uma das suas respostas

  1. a) 4 b) 1 c) 3
  2. a) 1 b) 3 c) 2
  3. a) 3 b) 2 c) 0
  4. a) 2 b) 4 c) 0
  5. a) 2 b) 1 c) 3
  6. a) 4 b) 0 c) 2
  7. a) 3 b) 2 c) 0
  8. a) 1 b) 3 c) 2
  9. a) 2 b) 3 c) 1
  10. a) 1 b) 2 c) 4

Qual é a sua pontuação

  • 24-34 pontos

Você está criando um criança que come de forma excepcional!

Parabéns. Você está ensinando seu filho a ter proporções, variedade e moderação adequadas na dieta dele. Provavelmente seu filho come lanches com frutas e vegetais, não se sente repugnado ao tentar algo novo e bebe água como sua bebida preferida. Os doces não estão fora dos limites, mas você os oferece em quantidades razoáveis. O melhor de tudo é que você modela hábitos alimentares saudáveis ​​- demonstrando que um prato saudável é composto também por frutas e legumes, por exemplo. Apenas um conselho: “Geralmente, podemos ser um pouco mais permissivos do que pensamos de tempos em tempos, sem causar muito dano”, diz Dina Rose, escritora. Portanto, não se sinta mal com a pausa ocasional da quase perfeição!

  • 18-23 pontos

Você tem criado uma criança que come saudável o suficiente

Bom trabalho: seu filho está recebendo uma quantidade razoável de alimentos saudáveis. Para ir além da saúde, basta fazer algumas alterações importantes. Limite a quantidade de suco, por exemplo. A Academia Americana de Pediatria “permite” 10 a 15 gramas de suco de frutas por dia, diariamente, para crianças de 1 a 6 anos, mas não tem benefício nutricional sobre frutas inteiras. Tente servir mais grãos integrais, como a quinoa, que pode ser misturada à massa de waffles. Incentive lanches saudáveis, estocando uma gaveta com os itens que ele gosta (e com os quais você pode conviver): frutas secas, barras de granola ou molho de maçã sem adição de açúcar. Na hora do lanche, deixe-o escolher qual ele quer. Quando as crianças podem fazer escolhas ao longo do dia, são menos propensas a brigar no jantar, acrescenta Rose.

  • 17 ou menos pontos

Os hábitos alimentares do seu filho precisam de atenção

Você quer que seu filho seja feliz nas refeições – e não há nada de errado nisso. Lembre-se de que você é a mãe e sua meta a longo prazo é uma criança feliz e saudável. Isso significa ser mais firme em relação a uma dieta nutritiva. É provável que você ceda às demandas de seu filho por alimentos substitutos muito rapidamente ou atenda a ele servindo uma refeição separada que sabe que ele comerá, mas procure limitar os alimentos açucarados e preste atenção nas cores de tudo o que você serve.

Quanto mais acessível são as frutas e legumes – e grãos integrais, feijões e peixes -, maior a probabilidade de seu filho os comer. Tenha uma tigela de frutas ao nível dos olhos. E não subestime frutas e vegetais congelados, enlatados ou secos – em alguns casos, são ainda mais benéficos para o corpo do que produtos frescos.

Você já ouviu o conselho “envolver crianças na preparação de alimentos” um milhão de vezes, e por boas razões: “As crianças são mais propensas a comer qualquer coisa que puderam ajudar a selecionar ou servir”, diz Michelle Ratcliffe, especialista de fazenda para escola em Portland, Oregon. Isso vale para nomear pratos também. Em uma escola primária de Portland, onde o chef fez frango marroquino com cuscuz, alguns alunos renomearam o prato de frango para “Mais Rockin”. E foi assim que essa refeição se tornou uma das mais populares na lanchonete.

No geral, lembre-se da dieta total do seu filho. “Seus filhos não vão viver em um mundo sem lixo”, diz Rose. “Se você não ensina as crianças a colocar esses alimentos nas proporções adequadas agora, está enviando-os ao mundo sem uma habilidade essencial”.

  • Você é saudável na hora de comer?

Muitas famílias seguem um conjunto de regras para os pais e outro para crianças, o que, em última análise, não funciona para ninguém, diz Liz Weiss, coautora do “No Whine With Dinner”. “Em vez disso, estabeleça uma regra específica e razoável, como ‘uma família, uma refeição'”, diz Weiss. Outra dica: tome um café da manhã equilibrado todos os dias. Ele não apenas fornece a energia necessária para o dia, mas também ajuda a manter o seu atual. Aproximadamente 80% das pessoas no Registro Nacional de Controle de Peso – que perderam pelo menos 30 quilos e o mantiveram por pelo menos um ano – tomavam café da manhã todos os dias.

Leia também:

Você sabia? Sua alimentação na gravidez pode alterar o DNA do bebê

Roger Federer oferece alimentação e educação para 1 milhão de crianças e bate meta mundial

Como os pais podem manter a alimentação saudável dos filhos? Aprenda!