Família

“Ele merece estar em um local público como qualquer outra criança”, desabafa mãe ao defender filho com autismo

A família ouviu comentários preconceituosos de um desconhecido durante um passeio no zoológico

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: Reprodução/Facebook/Ashley Wright)

(Foto: Reprodução/Facebook/Ashley Wright)

Ashley Wright decidiu expor uma situação desconfortável que passou quando estava com seus filhos no zoológico de Peterborough, no Canadá. Logan, de 13 anos, é autista e teve um ataque de pânico durante o passeio. Foi quando a família ouviu comentários preconceituosos vindos de um desconhecido.

Em uma publicação no Facebook, ela escreveu um desabafo e uma carta aberta ao homem, que já soma 17 mil reações e 13 mil compartilhamentos: “Você vai ver essa postagem? Provavelmente não. Mas talvez, só talvez, outra pessoa vai ler esse texto e pensar duas vezes antes de fazer alguém se sentir mal sobre si mesma do jeito que você fez.”

Ela também disse que Logan sofre de desenvolvimento tardio, síndrome de Tourette e ecolalia. Mas, no dia do passeio, o menino estava superanimado: “Ele estava falando alto, batendo palmas, pulando. Estava feliz”. Nesse momento, o homem desconhecido estava próximo à família. “Você continuou virando para trás e nos encarando, mas de início isso não me incomodou. Estávamos no lugar preferido do Logan. Ele havia estudado muito a semana toda para ganhar esse passeio e, honestamente, achei que você era apenas mais um curioso.”

Pouco tempo depois, Ashley percebeu que o homem não estava apenas curioso. “Logan começou a ranger os dentes, fazer um barulho alto e começou a se beliscar. Eu notei que você e sua família pararam e ficaram olhando para nós de novo. Eu sei que você assistiu a tudo. Pude ver pelo canto dos olhos enquanto Logan tentava puxar meu cabelo, gritando, e quando ele mordeu o próprio braço. Você começou a andar até nós, ficou muito próximo e gritou ‘Por que as pessoas trazem crianças como essa para locais públicos? Elas destroem a sociedade.'”