Criança

Emocionante: Menina com autismo não-verbal diz ‘mamãe’

Os médicos diziam que ela nunca iria falar

Gabrielle Molento

girl-nonverbal-autism-first-word-mama-briana-blankenship-22-5af590399cd1e__700

(Foto: Reprodução Facebook)

A primeira palavra de uma criança a gente nunca esquece. Imagina de uma criança que tem autismo não-verbal? Briana Blankenship ouviu sua filha de 5 anos de idade dizer a primeira palavra no estacionamento do Mc Donald’s e se emocionou muito. Os médicos haviam dito a ela que sua filha poderia nunca falar. Veja o post que ela fez em seu Facebook – onde postou o vídeo do ocorrido:

“Eu estou chorando desesperadamente, de uma maneira feia, no estacionamento do Mc Donald’s e os funcionários, provavelmente, acham que eu sou louca. No drive-thru eu de repente ouvi Taylor dizer “Mama”. Para vocês que não sabem, Taylor tem cinco anos e tem austismo não-verbal. Ela nunca disse uma palavra na vida.

Quando ela disse eu peguei meu telefone e comecei a gravar. Eu tenho certeza que eu criei uma fila no drive-thru mas de maneira alguma eu ia deixar de ter uma prova disso. Eu não consigo explicar o quão incrivelmente grata e extasiada eu estou nesse momento. #consciênciasobreoautismo #grandevitória”.

De acordo com entrevista para o Bored Panda, Briana contou que essa situação aconteceu quando estava levando sua filha para a aula de ginástica. “Nos estávamos a caminho – atrasadas- e eu tive que passar pelo drive-thru mais próximo para pegar alguma coisa que ela pudesse comer. Nós raramente comemos fast food então ela reconheceu que estava prestes a comer sua comida favorita, batata frita, e começou a ficar empolgada e rir no banco de trás. Foi quando eu ouvi ela falar. Eu virei minha cabeça rapidamente e perguntei “Você acabou de dizer mamãe?” e ela olhou para mim e disse de novo”, contou a mãe.

Briana disse que depois do momento em que terminou de gravar o vídeo do que estava acontecendo, sua ficha caiu e ela desabou em lágrimas. “Eu estacionei meu carro depois de pegar nossa comida e liguei para o meu marido e depois para minha mãe. Eu não tive tempo de ligar mais ninguém antes da aula, então eu postei o vídeo rapidamente na minha página do Facebook e marquei minha família. Veja o vídeo aqui.

A mãe disse que já havia praticamente aceitado que nunca ouviria a voz da filha. No momento os médicos ainda estão fazendo exames em Taylor, mas ela já foi diagnosticada com Distúrbio do Processamento Sensorial no Transtorno Espectro Austista (TEA). “Nós nos comunicamos com sinais limitados e gestos”, explicou Briana.

Leia mais:

Dez curiosidades sobre o autismo

Aprenda a identificar os primeiros sinais do autismo

Documentário “Em um mundo interior” fala de autismo e quebra preconceitos

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não