Equipe de resgate suspeita que corpo encontrado é de vítima do acidente de avião de Paraty

Avião bimotor caiu em bar aberto entre Ubatuba, localizada em São Paulo, e Paraty, no Rio de Janeiro

Resumo da Notícia

  • Um corpo foi encontrado nas proximidades aonde o Avião bimotor caiu
  • O acidente aconteceu entre Ubatuba, SP e Paraty, no Rio de Janeiro
  • Três pessoas estavam presentes na aeronave

Na última quarta-feira, 24 de novembro, um avião bimotor caiu em bar aberto entre Ubatuba, localizada em São Paulo, e Paraty, no Rio de Janeiro. Nesta quinta-feira, dia 25, a equipe de resgate encontrou um corpo em meio aos destroços, e apontaram em nota que a suspeita atual é que seja de alguma das três pessoas que estavam na aeronave, entre eles o copiloto, que foi identificado como José Porfírio de Brito Júnior, de 20 anos.

-Publicidade-

De acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), que faz parte da equipe socorrista, o resgate foi feito por um helicóptero que transportou o corpo até a Base Aérea de Santa Cruz,  Zona Oeste do Rio de Janeiro. Em seguida, a suposta vítima do acidente que aconteceu por volta das 21h foi entregue aos órgãos competentes.

Sobre a aeronave, as informações apontam que o modelo PA-34-220T foi fabricado há 40 anos, em 1981, pela Piper Aircraft, uma das três grandes fabricantes de aviões do mundo, com sede na Flórida, nos Estados Unidos. O avião é capaz de transportar até seis passageiros e decolar com o peso máximo de 2.155 kg.

Destroços do avião que caiu próximo ao litoral norte de São Paulo
Destroços do avião que caiu próximo ao litoral norte de São Paulo (Foto: Reprodução / CNN)

“Localizaram o corpo de uma vítima não identificada na área de busca, provavelmente do acidente envolvendo a aeronave de prefixo PP-WRS, que se encontrava desaparecida no litoral do estado do Rio de Janeiro”, assina a nota divulgada. Até o momento da produção dessa reportagem, o corpo encontrado não foi identificado. A FAB afirmou ainda que “se solidariza com a família da vítima” e que “permanece engajada nas operações de buscas aéreas no local do acidente”.

A mãe do copiloto, que foi identificado como José Porfírio de Brito Júnior, está procurando formas de auxiliar na busca do filho que estava no avião sentido ao aeroporto. Segundo ela, a família iria alugar um barco para ir atrás das vítimas. “A gente chegou aqui e vamos tentar alugar um barco para a gente ir onde está as coordenadas que nos falaram da queda”, disse.

Copiloto, José Porfírio de Brito Júnior, de 20 anos, estava no voo que desapareceu próximo à Ubatuba, SP
Copiloto, José Porfírio de Brito Júnior, de 20 anos, estava no voo que desapareceu próximo à Ubatuba, SP (Foto: Reprodução / Instagram / Metrópoles)

“Chegamos em Paraty por volta das cinco da manhã. Acionamos todos os órgãos para fazerem as buscas. A gente ligou pra Capitania dos Portos e só iam começar as buscas agora pela manhã. Vamos alugar um barco e seguir aonde estão as coordenadas que nos falaram”, continuou.

“Ninguém sabia de nada. A gente ligou para a Capitania dos Portos, para vários órgãos, e só ia começar a busca agora pela manhã porque não era de jurisdição de um e de outro”, afirmou.

O avião decolou às 20h30 do Aeroporto dos Amarais e pousaria no Aeroporto de Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio. De acordo com o Centro de Coordenação de Salvamento Aeronáutico de Curitiba, da Aeronáutica, veio a notificação do desaparecimento da aeronave PP-WRS às 4h15. Desde então, a equipe de busca começou a realizar uma varredura pelo local onde mostrava a última localização.

O Grupamento de Bombeiros Marítimo de Ubatuba também atendeu à ocorrência e encaminhou uma embarcação com para realizar as buscas. Além do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro que também foi chamado para prestar apoio.