Família

Gloria Perez conta por que apoiou pena inferior a 20 anos para o assassino da filha, Guilherme de Pádua

Daniella Perez foi assassinada - (Foto: Reprodução/Instagram)
(Foto: Reprodução/Instagram)

Publicado em 26/01/2024, às 16h55 por Ketlyn Ribeiro, Estagiária | Filha de Leandra e Vagne


Gloria Perez, de 75 anos, contou em entrevista ao podcast Basta Cast, por que apoiou a pena inferior a 20 anos de prisão À Guiçherme de Pádua e Paula Thomaz, que foram condenados pelo assassinato de sua filha, a atriz Daniella Perez, de 22 anos, no ano de 1992. 

A autora relembrou que naquela época a Justiça entendia que quem recebesse penas acima de 20 anos tinham o direito a um segundo julgamento. Para ela, a melhor decisão foi dar a pena inferior e impedir que os assassinos tivessem direito a um segundo julgamento. "O problema foi o Código de Execução Penal porque, se pelo menos as pessoas cumprissem aquele número de anos a que foram condenadas... E na época ainda tinha outra restrição, se você fosse condenado a mais de 20 anos, tinha direito a um segundo julgamento", conta ela.

Gloria Perez
Gloria Perez falou sobre o julgamento de Guilherme de Pádua - (Foto: Reprodução/Instagram)

"Então para evitar isso os juízes da época não chegavam a 20 anos, eles davam 19 e tanto, qualquer que fosse a gravidade do crime. Por isso que os dois levaram 19 e tanto, não 40, 30 anos. [...] Então eu acho que o juiz fez bem de dar uma pena que não justificasse, nem permitisse um segundo julgamento".

Gloria também disse que acredita que não huve justiça pela morte da filha. "Agora dessa pena eles cumprem uma parte mínima... Então sempre foi a lei de execução penal o problema, por isso é que quando vem na manchete de jornal condenado a 60 anos de prisão, as pessoas ficam de alma lavada".

Daniella Perez
Daniella Perez foi assassinada - (Foto: Reprodução/Instagram)

Guilherme de Pádua e Paula Thomaz eram casados quando cometeram o assassinato. Guilherme foi condenado a 19 anos de prisão, e Paula, a 18 anos e 6 meses. No entanto, com apenas sete anos de prisão, os dois foram para liberdade condicional. O assassino morreu em novembro de 2022, aos 53 anos, e Paula mudou o sobrenome e reconstruiu a vida, mudando o sobrenome e formando uma nova família.


Leia também

Paolla Oliveira e Diogo Nogueira falam sobre filhos - (Foto: Reprodução/Instagram)

Gravidez

Paolla Oliveira fala sobre gravidez e decisão de filhos aos 41 anos: "É libertador"

Viih Tube e Eliezer - (Foto: Reprodução/O Globo)

Família

Viih Tube e Eliezer se mudam para mansão de R$ 8,5 milhões; veja detalhes dos cômodos luxuosos

Alok faz anúncio em vídeo no Instagram - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Alok compartilha vídeo em família para anunciar: "Agora somos 6"

Filha de Flávia Alessandra está grávida? - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Filha de Flávia Alessandra surpreende em foto de aniversário: "Tá grávida?"

Mãe faz penteado maluco insipirado no trolls - Reprodução/ Instagram

Criança

Dia do cabelo maluco: mãe viraliza ao fazer penteado inspirado em um desenho infantil

Wanessa Camargo - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Wanessa Camargo conta que parcela compras no cartão e confessa dívidas: "Em 10 vezes"

Bruna Biancardi - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Bruna Biancardi comemora chegada de novo bebê na família: "Já amamos"

Imagem Fernanda Lima faz revelação: “Depois de 17 anos juntos, resolvemos abrir a relação”

Família

Fernanda Lima faz revelação: “Depois de 17 anos juntos, resolvemos abrir a relação”

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!