Homem afirma ser filho abandonado de Agnaldo Timóteo e pede exame de DNA

O “filho” em questão é da região da Baixada Fluminense, no Rio. Ele também entrou na briga pela herança do cantor

Resumo da Notícia

  • Um homem da região da Baixada Fluminense, no Rio, afirma ser o filho biológico de Agnaldo Timóteo
  • Ele pede exame de DNA para comprovar a paternidade
  • Ele também quer entrar na disputa pela herança do cantor

Um homem está afirmando que é filho biológico de Agnaldo Timóteo na Baixada Fluminense, no Rio – e está exigindo exame de DNA para confirmar a paternidade. Segundo a afirmação, o homem teria sido abandonado ainda criança, e o fato era um segredo guardado pela família até então.

-Publicidade-

Sidnei Pedroso Lobo é responsável pela herança do cantor, falecido neste ano, e confirmou ao portal Notícias da TV que existe uma ação na Justiça para que o nome do suposto filho de Agnaldo entre no testamento do artista. O advogado ainda disse que não pretende, assim, criar nenhum empecilho para que o teste seja realizado.

“Não vou criar problema de jeito nenhum. Como inventariante e tutor de Keyty, que representa 50% do patrimônio, não vou criar problema algum. Pelo contrário, era da vontade do Agnaldo ter um filho biológico”, comentou. “Uma das coisas que ele confidenciou para mim, como amigo, era o grande desejo de que tivesse um filho biológico. Tanto é que, em todas as oportunidades que surgiram pessoas que se disseram filhos, o Agnaldo –assim como o Roberto Carlos – fez todos os DNAs. Ele dizia: ‘Gostaria de ter um filho biológico e reconheceria imediatamente'”.

Agnaldo Timóteo gostaria de ter tido filhos
Agnaldo Timóteo gostaria de ter tido filhos (Foto: reprodução/Instagram)

Agnaldo Timóteo não possui filhos biológicos. Contudo, Keyty Evelin, de 14 anos, foi reconhecida como filha adotiva do artista e teve acesso à sua parcela da herança por decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo. Para a realização do teste de DNA, seria necessária a exumação do corpo do cantor e, sobre isso, o advogado Sidnei também se pronunciou.

“Se o requerente pedir a exumação, eu não vou me opor. Postumamente, eu consegui a adoção [de Keyty]. Se aparecer um filho verdadeiro, como que não vou aceitar?”, afirma. O homem em questão teria sido abandonado na maternidade, e adotado por uma enfermeira que se compadeceu da situação. Atualmente, ele possui 40 anos.