Homem de mais de 80 anos faz 5 aulas de ballet por dia, e professora afirma: “Me surpreendeu”

No Rio de Janeiro, um aposentado decidiu se dedicar às aulas de ballet e garantiu que sempre teve vontade de praticar esse estilo de dança

Resumo da Notícia

  • Hélio Haus, aposentado de quase 90 anos, se viu sem perspectiva após se aposentar
  • Ele investiu em aulas de ballet, um estilo de dança que sempre teve vontade de aprender
  • Já na terceira idade, ele realiza até 5 aulas por dia e surpreende professores

Hélio Haus é um senhor aposentado que, desde os 75 anos, optou por dar início à uma paixão antiga: o ballet. Ele se formou em Direito, porém trabalhou como vendedor de toalhas de banho na zona oeste do Rio de Janeiro. Em entrevista ao G1, Hélio comenta que sempre sentiu vontade de investir no ballet, porém ainda não era a hora: “Eu me sinto vivo, atuante. Alguma coisa eu estou fazendo, que eu sempre quis fazer, que, pelas circunstâncias, não me foi possível fazer na hora”. Ele completa: “Não tem importância. É um pouco tarde, sim, mas não tarde demais”.

-Publicidade-
Hélio Haus, ao se ver aposentado, quis investir no sonho de realizar aulas de ballet
Hélio Haus, ao se ver aposentado, quis investir no sonho de realizar aulas de ballet (Foto: Reprodução/Instagram/@balletaos80)

O aposentado realiza as aulas na zona sul do Rio de Janeiro. A professora de ballet, Camile Salles, garante que o aluno a chamou atenção: “Me surpreendeu uma pessoa de tanta idade e homem estar na sala de ballet, mas ao mesmo tempo em nenhum momento eu tratei ele de forma diferente”.

Há 7 anos, Hélio Haus frequenta as salas de ballet, e tem como objetivo se aprimorar nos movimentos de forma natural. “Eu não tenho aquele futuro, eu não vou para o Theatro Municipal, não vou fazer ballet nenhum. Mas alguma coisa eu vou fazer, e eu sei que eu posso fazer”. Ele ainda fala sobre a importância de realizar a atividade como uma possibilidade de fortalecer a própria saúde.

Apesar da idade, o aposentado não fica para trás. Camile Salles afirma: “Ele faz aula de iniciante, e faz muito melhor do que muita gente de 20, 30 anos”. Sobre o momento em que o aluno chegou a realizar até 5 aulas em um único dia, a professora ressalta: “Eu fiquei muito impressionada. Acho que eu não conseguiria, ficaria exausta”. Ela chegou a questionar Hélio se realmente iria fazer a 5ª aula, e conta que ele respondeu: “Claro, professora. Por que não?”