Mãe de família viajante decide tirar filha de 11 anos da escola devido à agenda lotada

Como eles viajam o tempo todo, a mulher achou melhor que a menina tivesse aulas com um tutor

Resumo da Notícia

  • Paris decidiu tirar a filha de 11 da escola
  • Segundo ela, isso é uma tradição das famílias viajantes
  • A menina terá aulas especiais com um tutor

Seguindo a tradição dos viajantes, Paris queria que sua filha mais velha, Venezuela, deixasse o sistema educacional aos 11 anos. Paris é casada com Tyson que, de primeira, não concordou muito com essa ideia. Ele queria que a menina ficasse e completasse os estudos na escola.

-Publicidade-

De acordo com o portal The Sun, a mãe disse que isso era algo comum às famílias que viajam o tempo todo. “Terminamos a escola na idade primária, que é o jeito tradicional dos viajantes. Acabamos de trazer a tradição para o século 21”, explicou Paris.

A menina terá aulas com um tutor
A menina terá aulas com um tutor (Foto: Reprodução/ Instagram/ @parisfury1)

Tyson acabou concordando com a ideia, mas, ainda que fora da escola, a menina continuará estudando. “Seu tutor vai mantê-la atualizada com todos os seus testes. Ela também terá aulas de piano“, disse a mãe.

Ela ainda contou que a menina está bem com essa decisão. “A Venezuela queria sair da escola e todos os seus amigos viajantes estavam indo embora”, comenta a mulher. Ela ainda acrescentou: “Nós nos mudamos tanto que não funcionaria se nossos filhos estivessem na escola em tempo integral para então irem para a América”.