Mãe desabafa sobre aulas em casa: “Havia atingido meu limite e não tinha mais nada para dar”

A mulher usou as redes sociais para comemorar a volta às aulas presenciais em Londres

Resumo da Notícia

  • Masha Karpushina é mãe de Kolya, de 13, e Alyosha, de 9 anos e elas vivem no norte de Londres;
  • A mulher, assim como os outros pais, tem sentido a pressão de fazer malabarismos com o trabalho e os filhos em casa;
  • A mãe usou as redes sociais para desabafar.

Masha Karpushina é mãe de Kolya, de 13, e Alyosha, de 9 anos e elas vivem no norte de Londres. A mulher, assim como os outros pais, tem sentido a pressão de fazer malabarismos com o trabalho e os filhos em casa e usou as redes sociais para desabafar.

-Publicidade-

A mãe trabalhava durante o dia e conciliava tudo com a educação das meninas. “Sinto uma sensação de alívio e esperança”, diz Masha, de 38 anos. “Eu estava no limite na semana antes do semestre. Senti uma sensação avassaladora de irritação com tudo. Eu havia atingido meu limite de paciência e não tinha mais nada para dar”.

“Dois dias depois de estudar em casa, você está sobrecarregado com problemas, emoções, trabalho – eles simplesmente continuam vindo para você, falou a mãe sobre a rotina das crianças. Muitos pais se identificaram com o relato.

Mãe fala sobre a volta às aulas (Foto: Reprodução/ Facebook)

Quando Masha soube que as filhas poderiam assistir às aulas presenciais, ela comemorou: “É muito bom que eles voltem. Para mim, o mais importante é que as crianças voltem a ver os amigos e tenham a oportunidade de serem crianças”.

Na Inglaterra, escolas e faculdades estão agora reabrindo totalmente, recebendo de volta todos os alunos, e sua saúde e bem-estar são uma prioridade. As escolas estão bem preparadas, com medidas de proteção em vigor, incluindo bolhas, aumento da higiene, intervalos escalonados e ventilação.