Mãe explica por quê acha que licença-maternidade deveria durar mais tempo e gera comoção

Ela decidiu usar o LinkedIn para fazer um relado sobre o que passou depois de precisar voltar ao trabalho e deixar as filhas após o período em casa

Resumo da Notícia

  • Mãe explica por quê acha que licença-maternidade deveria durar mais tempo
  • Ela contou a própria história no LinkedIn
  • Ela é mãe de duas filhas
  • A publicação chamou a atenção dos internautas

A licença-maternidade é super importante para que a mãe consiga se dedicar aos cuidados do bebê logo após o nascimento. Mas sejamos sinceros: muitas mães desejam que ela dure mais, para conseguir aproveitar mais tempo ao lado do filho. No caso dos Estados Unidos, essa licença é ainda menor, durando apenas 4 meses. Uma mãe norte-americana chamada Rachel Larsen, então, decidiu expressar a opinião dela sobre esse período de licença e compartilhou um texto nas redes sociais explicando os motivos pelos quais ela acredita que esse benefício deveria durar mais tempo.

-Publicidade-
Mãe conta por quê acha que licença maternidade deveria durar mais (Foto: Getty Images)

“Levei quatro anos para ter coragem de compartilhar esta foto. Mesmo agora, é difícil de olhar. A vergonha de criar uma família e trabalhar em tempo integral é real. Eu percebi isso no meu primeiro dia de volta ao trabalho, depois que minha segunda filha nasceu. Eu não estava pronta. Minha filha não estava pronta. Ela não estava dormindo e estava extremamente agitada. Acordei cinco vezes na noite anterior para alimentá-la. Eu estava exausta. Como a maior fonte de renda de nossa família, fui forçada a engolir em seco, sorrir e voltar ao trabalho”, começou ela, contando.

“Eu sei que sou extremamente privilegiada. Pude ter algum pagamento parcial durante a minha licença maternidade e pude tirar 12 semanas de folga. Eu tinha um emprego que adorava em uma empresa incrível com ótimos chefes. Eu tinha uma creche que podia pagar, com ótimos professores em quem confiava. Mas … eu não estava pronta”, continuou.

“Precisamos fazer mais para apoiar os pais e famílias. Pode ter levado quatro anos depois de saber que nunca teria outro bebê para compartilhar esta foto. Mas estou feliz por ter a coragem de falar minha verdade agora”, finalizou ela, ao publicar uma foto em que aparece chorando dentro do carro. A publicação foi compartilhada no LinkedIn.

Mãe faz desabafo sobre tempo da licença-maternidade (Foto: reprodução LinkedIn)

O texto e a foto logo viralizaram e centenas de internautas fizeram comentários na publicação. Vendo as palavras de apoio que recebeu, tempos mais tarde Rachel voltou ao post, fazendo uma pequena edição para agradecer a todas as palavras que recebeu.

“Edit: OBRIGADO por todos os tipos de palavras e apoio. Estou impressionada com a compaixão de vocês. Estou tentando responder a todos os comentários, mas o feed continua gerando erros. Por favor, compartilhe este mesmo apoio com todos os novos pais que você encontrar”, completou, agradecida.