Mãe faz desabafo após namorado “proibir” que sogra participe do parto

Ela foi até o Reddit desabafar sobre a situação e explicou os motivos dele e os dela para ter ou não a mãe no momento do nascimento

Resumo da Notícia

  • Mãe faz desabafo após namorado "proibir" que sogra participe do parto
  • Ela foi até o Reddit desabafar sobre a situação
  • No relato, ela explicou por que gostaria que a mãe estivesse presente na hora do nascimento do bebê
  • Ela também pontuou os motivos do namorado para pedir que ela não estivesse por lá

Uma mãe foi até o Reddit fazer um desabafo após o companheiro proibir que a mãe dela esteja na sala de parto quando ela for dar à luz. De acordo com o relato, o parceiro decidiu não deixar a sogra participar porque via o parto como um “momento especial” que seria “arruinado” se mais alguém estivesse presente.

-Publicidade-

A mulher, de 23 anos, explicou que vai ter um parto em casa e gostaria muito da mãe por perto porque ela não só já tem experiência em dar à luz, mas como é uma parteira qualificada, que poderia estar à disposição para ajudar caso algum problema acontecesse.

“Meu parceiro não quer que minha mãe esteja envolvida no parto, mas eu quero. Estou grávida de 38 semanas e planejando um parto em casa. Isso tem sido um ponto de discórdia nos últimos meses. , mas depois da nossa última discussão, algumas semanas atrás, achei que ele entendia por que eu queria minha mãe lá. Hoje à noite tivemos outra discussão sobre isso, desencadeada pelo fato de que toda a família dele está com Covid no momento e, portanto, não poderá voltar por algumas semanas, então, aos olhos dele, ele não tem sistema de apoio enquanto eu ter todos que eu quero”, começou ela, contando.

Mãe faz desabafo após namorado "proibir" que sogra participe do parto
Mãe faz desabafo após namorado “proibir” que sogra participe do parto (Foto: Getty Images)

“Minha mãe e eu temos um relacionamento muito próximo, morei com ela até os 19 anos e me mudei e ela se mudou para a Austrália. Devido à covid, não vejo minha mãe há anos e ela está voando amanhã, para ficar um mês aqui e me ajudar durante o parto e conhecer o primeiro neto”, continuou, explicando melhor a situação.

Ela seguiu dando mais motivos pelos quais gostaria que a mãe estivesse presente no parto. “Minhas principais razões para querê-la lá incluem: ela já passou por isso antes e eu quero o apoio de uma mulher que passou por um parto (se não for minha mãe, eu gostaria de minha tia ou avó).Quero alguém lá cujo único trabalho seja me apoiar para permitir que meu parceiro aproveite o nascimento de nosso primeiro bebê. Meu parceiro e eu estávamos juntos há apenas alguns meses quando engravidei e acabamos de completar um ano juntos. Embora eu o ame, não sei até que ponto ele será útil quando eu estiver com dor. Minha mãe também é uma parteira totalmente treinada e tê-la lá é como um cobertor de segurança caso algo dê errado. Meu parceiro não tem muito conhecimento sobre parto/biologia e estou preocupado com a forma como ele reagirá ao sangue”, completou.

A pesar disso, o namorado insiste que ninguém além dos dois deve estar presente na hora do nascimento do bebê. “Os motivos dele são: deveria ser apenas o nosso ‘momento especial’. Aos olhos dele, apenas o pai deveria estar na sala, ele deveria ser apoio suficiente para mim, e ele não quer que minha mãe tome seu lugar e empurrando-o para fora do caminho. Eu sugeri que minha mãe estivesse lá durante o trabalho de parto, mas saísse durante o ‘empurrão’ para que fossemos apenas nós quando o bebê realmente nascesse, mas ele disse que ainda arruinaria tudo para ele”, seguiu ela, falando.

“Não quero que ele se sinta excluído do que será um momento muito especial para nós dois, mas também sinto que, como a que dá à luz, tenho o direito de ter todo o apoio que sinto que preciso”, completou, pedindo a opinião dos internautas sobre o assunto.

As pessoas logo começaram a comentar, dando razão para a mãe em escolher quem deve ou não estar presente neste momento. “Você é quem está dando à luz, você decide quem está na sala. Seu parceiro não tem voz nisso”, escreveu uma. “Vocês dois podem estar prestes a ter um bebê, mas apenas um de vocês vai suportar o parto. Você tem direito a todos os cuidados e apoio de que precisa, e seu parceiro é incrivelmente egoísta por pensar o contrário”, disse outro.