Mãe faz desabafo dizendo que ama e odeia filha ao mesmo tempo e recebe apoio de outros pais

A mulher contou no Fórum do Reddit que ama sua filha porém odeia tudo que vem com a maternidade

Resumo da Notícia

  • Uma mãe recebeu apoio online
  • A mulher disse que apesar de amar a filha odeia tudo que vem com a maternidade
  • Outros pais mostraram apoio à mulher e deram dicas

É um fato que você esperaria que os pais dissessem o quanto amam seus filhos, mas poucos confessam que, embora amem seus filhos, na verdade não gostam de ser pais, às vezes. No entanto, uma mãe confessou exatamente isso, depois de revelar que ama a filha, mas ao mesmo tempo fica ressentida pela dor que causou ao seu corpo e por abrir mão de sua liberdade.

-Publicidade-

Levando ao Reddit, a mãe admitiu que ama sua filha “tanto que dói”, mas ela absolutamente odeia todas as dificuldades e responsabilidades que vêm com ser mãe. “Eu odeio tudo sobre ser mãe; a necessidade constante, sem descanso, sem folga, trabalho não remunerado 24 horas por dia, 7 dias por semana, além de oito/nove horas de trabalho remunerado”, escreveu ela no fórum.

“Não há liberdade, só responsabilidade e preocupação com tudo. Sem falar na falta de dinheiro que vem com isso.” Embora você suponha que a gravidez da mulher foi acidental, ela confirmou que seu filho foi planejado, mas sentiu que foi pressionada a decidir ter filhos. “Deixei a sociedade e as pessoas ao meu redor me convencerem de que precisava ter um filho por obrigação e agora estou aqui com um compromisso vitalício”, acrescentou.

A mãe disse que odeia as responsabilidades da maternidade
A mãe disse que odeia as responsabilidades da maternidade (Foto: Getty Images)

“Eu realmente amava minha vida antes e agora meu corpo, minha saúde mental, meu sono e minha juventude estão se esgotando e foram substituídos por choro constante, preocupação e ansiedade”. Mas, embora seja um assunto que não é frequentemente falado publicamente, a mãe recebeu uma resposta retumbante de outros pais que poderiam se relacionar com seus sentimentos e garantiram que ela não está sozinha.

“Só estou aqui para te dizer, você não está sozinha. Eu luto contra esse sentimento todos os dias até que eu apenas ceda e admito que sim, ser pai é um saco na maioria das vezes“, comentou outro pai. “Aguente firme, mãe, e entre em contato com amigos, conselheiros ou qualquer sistema de apoio que você tenha.”

Outro acrescentou: “Eu me sinto EXATAMENTE da mesma maneira. Meus filhos são tão amados por mim, mas eu sempre sinto que cometi um erro ao tê-los. Chegará um dia em que eles serão eles mesmos e eu não precisarei ser uma escrava de suas necessidades e desejos. Mas até lá, há momentos em que estou quase pronta para entrar no meu carro e dirigir para tão longe ou gritar até ficar rouca porque estou tão frustrada.”