Mãe não acredita em tiro acidental e faz desabafo: “Ela foi fazer um bolo e saiu carregada pelo IML”

Isabele Ramos, de 14 anos, foi baleada na casa da amiga em um condominio de luxo, no Mato Grosso

Resumo da Notícia

  • Isabele Ramos, de 14 anos, foi vítima de um tiro acidental na casa da amiga, no Mato Grosso
  • O acidente emocionou amigos e familiares, que prestaram uma homenagem a adolescente
  • Veja as declarações da mãe de Isabele:

Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos, recebeu homenagens de amigos e familiares neste último domingo, 19 de julho, após ser vítima de um tiro acidental na casa da amiga, também de 14 anos. O fato aconteceu em um condomínio de luxo, em Cuiabá, Mato Grosso. As homenagens aconteceram uma semana após o acidente da jovem. Foram deixados flores, bichos de pelúcia e cartazes na calçada da casa onde tudo aconteceu.

-Publicidade-
Homenagem de familiares e amigos (Reprodução: Arquivo pessoal)

A mãe da jovem deu uma entrevista ao Fantástico, onde se mostrou emocionada. “Minha filha foi fazer um bolo e saiu carregada pelo IML”, disse ela. A arma usada no disparo pertencia a família da amiga, que faz parte dos chamados Cacs – caçadores, atiradores e colecionadores. “Eu sabia que eles eram praticantes de tiro, mas eu não sabia que ele tinha um arsenal de armas em casa. E muitos menos sabia que essas armas circulavam de maneira deliberada e estavam carregadas. Se não, eu nunca teria deixado a minha filha frequentar a casa deles”, falou a mãe.

Segundo o advogado da amiga a adolescente estava guardando uma arma a pedido do pai quando o objeto caiu no chão. A menina, ao recolher a arma, acabou disparando em direção a Isabele. “Eu não acredito nisso. Não estou desmentindo o depoimento dela, mas, eu, como mãe, sem entender nada de armas, acho isso muito pouco provável. Como o disparo aconteceu justo na cabeça da minha filha?”, questionou a mãe de Isabele.

-Publicidade-