Menino de 10 anos pede para mãe doar sangue em seu lugar como presente de aniversário

Eduardo quer ser médico e não vê a hora de poder fazer a própria doação, quando tiver 16 anos

Resumo da Notícia

  •  Eduardo Santos, de 10 anos, pediu para Neide Santos, de 50 anos, que doasse sangue em seu lugar
  • De acordo com o protocolo do Ministério da Saúde, a idade mínima para a doação é de 16 anos

Todos os pais já ouviram surpreendidos com algum pedido do filho, mas a mãe de Eduardo Santos, de 10 anos, com certeza sempre se lembrará do presente que a criança escolheu receber no próprio aniversário. O menino pediu para Neide Santos, de 50 anos, que doasse sangue em seu lugar. De acordo com o protocolo do Ministério da Saúde, a idade mínima para a doação é de 16 anos.

-Publicidade-
Eduardo comemorou 10 anos de idade (Foto: Arquivo Pessoal)

O pedido aconteceu no dia do aniversário de Eduardo, em 7 de julho. Enquanto a mãe fazia compras no supermercado, em Guarulhos, a criança viu uma Carreta de Sangue Itinerante, no estacionamento. A criança sempre sonhou em se tornar médico e quis contribuir depois de conversar com os a equipe que estava lá, segundo o portal Razões para Acreditar. Quando soube que não poderia pela idade, o menino fez o pedido para a mãe.

Neide fez a doação pelo filho (Foto: Arquivo Pessoal)

Neide, apesar do medo, já que nunca havia doado sangue antes, foi em frente para deixar o filho feliz. A equipe incentivou a mãe e o procedimento aconteceu normalmente. A mulher contou que o filho a agradeceu e disse que ‘Foi o melhor presente de aniversário que já ganhou’. No final, os médicos cantaram parabéns para Eduardo, que está aguardando ansiosamente para fazer ele mesmo a doação.

-Publicidade-

O 9º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Tal da Felicidade está aí! Ele vai acontecer no dia 19 de agosto, completamente online e grátis. Serão oito horas de transmissão ao vivo e você pode acompanhar tudo neste link aqui. Esperamos por você!

-Publicidade-