Mulher grávida de 8 meses perde bebê após carro onde ela estava bater em um poste

O casal saia de uma festa ao colidir com um poste. Há vários depoimentos sobre o momento do acidente

Resumo da Notícia

  • O casal saia de uma festa quando colidiu com o poste
  • Há vários depoimentos sobre o acidente
  • A polícia segue investigando sobre o caso

Um carro bateu contra um poste na Avenida Serrana, na região da Pampulha, em Belo Horizonte, e câmeras de segurança flagraram o momento. O policial militar que estava dentro do carro junto com a mulher que estava grávida de 8 meses, voltavam de um chá de fraldas. Ela perdeu o bebê no acidente.

-Publicidade-

Tudo aconteceu por volta das 23h no sábado, 14 de maio. Nas imagens, divulgadas pela TV Globo, é possível ver o motorista saindo decepcionado de dentro do carro. Outras duas pessoas apareceram para ajudar ele. Com a batida, o carro pegou fogo e as chamas chegaram até os cabos de energia.

Quem ajudou o casal foi um amigo do motorista, que também é policial. Ele levou o casal para um hospital particular, e chegando lá, a mulher descobriu que tinha sofrido um aborto. O policial estava com escoriações pelo corpo.

O homem que conduzia o carro diz que estava em alta velocidade pois a mulher estava passando mal
O homem que conduzia o carro diz que estava em alta velocidade pois a mulher estava passando mal (Foto: Reprodução/ TV Globo)

O policial militar que conduzia o carro, contou para a PM que a mulher começou a passar mal e ele andou em alta velocidade em direção ao hospital e perdeu o controle do carro. No entanto, dois rapazes que presencial a cena, contaram outra versão.

Um dos dois contou que o policial mostrou uma arma de fogo e afirmou que o próprio motorista colocou fogo no carro. O outro falou que viu o militar usando roupas pretas e disparando balas para o alto.

Junto com o carro, a polícia encontrou a arma que os jovens falaram. Ela estava destruída pelas chamas e estava com dois cartuchos, um deflagrado. No boletim de ocorrência, não está especificado se o condutor do veículo fez ou não o teste de bafômetro. A Polícia e a corregedoria estão investigando o caso.