Pai preso por matar filha de 8 meses confessa que a jogou contra parede ao se irritar com choro

O pai negou envolvimento, mas depois confessou o crime. Ele foi preso durante o velório da vítima

Resumo da Notícia

  • Uma bebê de 8 meses foi morta no interior de São Paulo
  • O pai se irritou com o choro e jogou a filha contra a parede
  • A mãe identificou sangramento nas partes íntimas da criança
  • Ele confessou que matou a filha e negou qualquer envolvimento da esposa no crime

Um homem suspeito de agredir e matar a filha de oito meses foi preso no enterro dela, na tarde da última segunda-feira, dia 20 de junho, em Piedade, interior de São Paulo. De acordo com a Polícia Civil, o casal e a bebê foram a uma festa na tarde de domingo e o pai ingeriu bastante bebida alcoólica.

-Publicidade-

Chegando em casa, os pais foram tomar banho e deixaram a bebê no berço. O homem, de 18 anos, contou à polícia que saiu do banheiro e viu a filha chorando. Ele se irritou com o choro, e então, bateu o corpo da criança contra a parede.

A mãe da menina, também de 18 anos de idade, informou aos policiais que após o banho ela pegou a filha no colo, sentiu-a com corpo mole e viu que ela estava com sangramento nas partes íntimas do corpo. A jovem relatou que os fatos aconteceram por volta das 23h de domingo. Ela chamou a ambulância da Santa Casa da cidade e chegou ao hospital às 2h22 da segunda-feira.

A vítima, de apenas oito meses, chegou ao hospital já sem vida, com hematomas pelo corpo, inchaço na cabeça e sangramento nas partes íntimas, aponta o boletim de ocorrência. O pai dela primeiramente negou envolvimento com o crime, mas depois confessou as agressões e negou qualquer participação da esposa.

O pai foi preso durante o enterro da filha (Foto: Reprodução Arquivo Pessoal)
O pai foi preso durante o enterro da filha (Foto: Reprodução Arquivo Pessoal)

Foi pedido um exame necroscópico/sexológico. A bebê foi enterrada na tarde de segunda-feira, e no velório, o pai foi preso.