Pamella Holanda diz que não vai cortar relação entre a filha e DJ Ivis: “Ele é o pai dela”

A influenciadora é mãe de Mel, de 9 meses, que denunciou o marido por violência domestica com vídeo gravado

Resumo da Notícia

  • Pamella Holanda diz que não vai afastar o marido DJ Ivis da filha, Mel, de dez meses.
  • A influencer o denunciou por violência domestica em vídeo gravado dentro de casa.
  • A entrevista com ela falando sobre perdão, a relação entre os três e o futuro vai ao ar na Jovem Pan, no sábado, dia 14 de agosto.

Pamella Holanda disse que não vai afastar a filha, Mel, de dez meses, do pai DJ Ivis, que está preso após denúncia com vídeo dela sofrendo violência domestica. A influencer relatou o fato em entrevista à rádio Jovem Pan, com Patrícia Calderón no programa Jornal da Manhã, que vai ao ar no sábado, dia 14 de agosto. Ela falou sobre perdão, a relação entre os três e o futuro.

-Publicidade-
Pamella revelou porque tinha câmeras de segurança dentro de casa (Foto: Reprodução/ Instagram/ @djivis/ @pamellaholanda)

“A minha história com o pai da minha filha acabou. Eu vivi uma história com ele, eu engravidei, vivemos juntos, fomos casados. Óbvio que tivemos momentos bons e tudo mais, mas acabou. Agora, a história dele com a filha dele, ele vai ter que ou construir ou reconstruir”, conta Pamella.

A mãe também espera que o musico e a filha tenham uma relação saudável, que isso pode acabar o ajudando a melhorar. “Ele é pai dela, e vai ser para o resto da vida”, afirmou.

“Eu quero muito, de verdade. Porque eu acredito que isso também vai ajudar ele. Eu acho que não é porque uma pessoa não recebeu amor que ela obrigatoriamente não sabe dar amor”, disse ela. “Eu quero muito, de verdade, que ele tenha uma boa relação com a Mel. Que a Mel se sinta amada, acolhida, protegida pelo pai.”

Relação de Pamella com o DJ Ivis

Após as agressões e a denúncia, Pamella diz que gravou o vídeo  pensando na filha e no termino do relacionamento. A violência contra ela acontecia com frequência, ocorrendo uma vez dele levantar uma faca para ela na frente da Mel.

“O perdão não é sobre ele, o perdão é sobre mim. E eu me perdoo também, por eu ter me colocado nessa situação e por ter me permitido viver tanto tempo assim”, afirmou. “Se eu continuasse com ele, eu estaria criando mais uma pessoa doente para a sociedade. Mais uma mulher insegura, cheia de ansiedade, com traumas, com dificuldade de se relacionar não só com homens mas comigo também, com a própria mãe. Então que espécie de mãe é essa?”, concluiu.