Professora pede que aluna “se vista como menina” e a reação dos pais é a melhor

Steve e Jessica Rold compartilharam a experiência nas redes sociais e, em entrevista, explicaram porque vestem a filha com “roupas neutras” desde que ela nasceu

Resumo da Notícia

  • Jessia e Steve Rold foram pegos completamente despercebidos pela professora da escola que matricularam a filha
  • Isso porque, lá, a funcionária sugeriu que o casal vestisse a filha "como uma menina"
  • A reação dos pais, que vestem a menina com roupas neutras desde que ela nasceu, foi a melhor

Atualmente, é muito comum a discussão sobre gênero em torno das cores – especialmente quando se trata de roupas de criança. Por causa disso, Steve e Jessica Rold tomaram a decisão de não descobrir o sexo da filha até que ela nascesse e, desde então, vestem a filhas com roupas “neutras”. Contudo, os pais de primeira viagem não imaginavam que, anos depois, lidariam com uma situação que os deixaria completamente chocados.

-Publicidade-

Recentemente, o casal teve que lidar com um polêmico comentário de uma das professoras da escola da primogênita. Isso porque, para a funcionária, era preciso que a criança se vestisse “como uma menina” – para facilitar a identificação do gênero dela. Com muito humor e criatividade, Jessica e Steve encontraram a melhor situação para o problema.

Steve e Jessica tiveram a melhor reação ao ocorrido
Steve e Jessica tiveram a melhor reação ao ocorrido (Foto: Reprodução/ Bored Panda)

“Como pai, você realmente precisa escolher quais são suas prioridades e para onde está dedicando sua energia e recursos”, disse Steve ao Bored Panda. “Se você tem tempo, dinheiro e inclinação para vestir sua filha ou filho com fitas e laços e isso deixa você e eles felizes, vá em frente. Só não está em nosso radar neste exato momento”.

Mesmo assim, Steve diz que entende a reação das professoras e funcionárias da instituição. “Quer seja cultural ou geracional, entendemos perfeitamente que eles estavam apenas tentando ser úteis”, acrescentou o homem. “Talvez eles pensaram que não passou pela nossa cabeça vestir nossa filha de forma diferente ou talvez eles simplesmente não quisessem responder a um milhão de perguntas das outras crianças da creche sobre por que nosso bebê não está vestido de rosa e flores. A sugestão foi na verdade muito leve, mas foi amontoada em uma centena de outras semelhantes que tenho certeza que todos os pais entendem, então minha esposa sentiu a necessidade de recuar um pouquinho”, contou, sobre a ideia da esposa para “resolver” o problema.

Eles foram criativos na hora de "resolver o problema"
Eles foram criativos na hora de “resolver o problema” (Foto: Reprodução/ Bored Panda)

Os pais não ficaram incomodados com a reação da escola – e não pensam nem em tirar a menina de lá. Além disso, contam que, neste caso, a situação não é tão séria quanto parece: e que pais ao redor do mundo chegam a enfrentar coisas bem piores. “É uma creche absolutamente incrível. Eles se concentram na educação infantil e nas brincadeiras ao ar livre. Nós dois sentimos que temos muita sorte de ter nosso filho nesse tipo de lugar”, finalizou Steve, sobre a creche que a filha está matriculada.