Menino de 2 anos é esquecido em creche fechada e pai desabafa: “E se acontece o pior?”

O caso aconteceu em Ibirama, no Alto Vale Itajaí, quando a criança teria sido esquecida na instituição após o seu fechamento

Resumo da Notícia

  • Um menino de 2 anos foi esquecido em uma creche em Ibirama, no Alto Vale Itajaí
  • A criança foi esquecida na instituição depois que ela foi fechada na última sexta-feira, 13 de agosto
  • O pai dele conta que esperava o filho no ponto em que o ônibus escolar o deixava, quando recebeu a notícia de que "outra pessoa havia buscado o aluno"
  • Ele ainda desabafou sobre o caso

Um menino de apenas 2 anos foi esquecido em uma creche em Ibirama, no Alto Vale Itajaí. A criança ficou na instituição depois que ela foi fechada na última sexta-feira, 13 de agosto. O pai da criança, que prefere não se identificar, contou ao portal NSC Total que esperava o filho no mesmo ponto em que o ônibus escolar que o menino desce todos os dias quando soube do ocorrido.

-Publicidade-

Segundo o homem, ele foi informado pela estagiária que trabalha com os transportes escolares que “outra pessoa teria buscado o menino”. No entanto, apenas ele e a esposa estão autorizados a buscar a criança na creche.

“Quando ela me falou aquilo, eu disse: pelo amor de Deus, não me diz um negócio desses. Pensa como ficou a nossa cabeça. Logo pensei:‘não vou atrás de ônibus, de ninguém, vou atrás da creche. Deve ter havido um mal-entendido. Vou correr para a creche porque de repente ele está lá no braço da diretora”, desabafou.

O menino foi esquecido depois que a creche foi fechada (Foto: Reprodução/ NSC Total)

Chegando lá, o pai do menino conta que o encontrou molhado e sozinho. “Não cheguei a entrar, mas tinha barulho de água e ele estava molhado, pode ter aberto alguma torneira. Vi que ele estava meio longe da janela, que dava passagem, então peguei um sarrafo e quebrei o vidro. Tiramos os estilhaços e pegamos ele pela janela. Pensa o desespero…”. O homem ainda diz que tentou contatar funcionários da creche, mas sem sucesso. Foi a mãe do menino que o ouviu sozinho no local.

O pai contou que registrou boletim de ocorrência sobre o caso, e a polícia local segue investigando o caso. “Teve gente que criticou dizendo que não era para tudo isso. Mas e se acontece o pior? E se ele cai com a cabeça, se se afoga de alguma maneira? Hoje foi com meu filho, mas amanhã pode ser com o de outra pessoa, e não quero isso para ninguém”, declarou.

O menino estava sozinho e molhado (Foto: Getty Images)

A prefeitura de Ibirama confirmou, em nota publicada nas redes sociais, que o caso está sendo apurado e que medidas serão tomadas. Segundo informações, a situação “está sendo analisada pelo corpo técnico e pedagógico do município, para que supostos equívocos sejam corrigidos”. O prefeito de Ibirama, Adriano Poffo, também de pronunciou: ele reconheceu o ato como uma falha da creche, mas rebateu as críticas de internautas nas redes.

“Não podemos condenar todo um trabalho da equipe de Educação do Município, que é sim referência, por um erro pontual. Informo que foi uma falha grande, que o fato será apurado por quem deve apurar, porém, o mais importante [é] que a criança está bem”, comentou.