Família

Registros de nascimentos caem 4% no Brasil após o início da pandemia

Número de registros de casamentos caiu em 2021 - Número de registros de casamentos caiu em 2021 (FOTO: Reprodução / IBGE / G1)
Número de registros de casamentos caiu em 2021 (FOTO: Reprodução / IBGE / G1)

Publicado em 18/11/2021, às 14h11 - Atualizado às 14h12 por Redação Pais&Filhos


Segundo pesquisas do IBGE, o número de casamentos reduziu no Brasil no ano de 2020 em comparação com o de 2019. Os dados publicados confirmam que os casamentos no civil diminuíram em 26,1%, sendo classificado como a maior queda da série no instituto.

O número, que estava em queda desde 2015 se intensificou no último ano, e entre as possibilidades está a pandemia do covid-19, que causou a quarentena e o fechamento temporário de alguns serviços não essenciais. A região que apresentou a maior queda de registros de casamentos foi o Nordeste com um número de 27,8%, seguida pelo Centro-Oeste, que acumulou 27,7%.

Número de registros de casamentos caiu em 2021
Número de registros de casamentos caiu em 2021 (FOTO: Reprodução / IBGE / G1)

Além dos dados sobre casamentos, foram divulgados os controles de registro de nascimentos, que também estão em declínio. O instituto divulga que a queda de nascimentos foi de 4% comparado à 2019 e os estados que apresentaram maior queda foram Roraima, Acre e Amazonas.

Em entrevistas para o portal G1, a gerente de estatísticas civil do IBGE, Klivia Brayner explica os possíveis motivos do declínio de nascimentos, “Já vínhamos observando uma tendência na queda das taxas de natalidade. Em 2016, ano de epidemia do zika vírus, houve uma queda mais elevada, acima de 5%. Mas, em 2019, em que não houve nenhum evento demográfico dessa importância, também tivemos redução dos nascimentos. Em 2020, contudo, cabe ressaltar que a pandemia pode ter agravado o adiamento dos registros, por conta da dificuldade de deslocamento até os cartórios. Então, pode ser que uma parte dos 133 mil registros de nascimentos a menos tenha apenas sido postergado”, afirma.

Além dos tópicos apresentados, também foi estudado a idade das mães, o que comprovou que as mulheres estão tendo filhos cada vez mais tarde. Os dados confirmam que em 2020, pela primeira vez, mães entre 20 e 29 anos representam 48,7% dos registros de nascimento, que em 2000 eram 54,5%.


Leia também

Registro feito por Ana Paula Siebert ao lado de Roberto Justus - Reprodução/Instagram

Família

Roberto Justus fala sobre desgaste no relacionamento com Ana Paula Siebert: “Ela odeia”

Sasha tem dois irmãos por parte de pai - reprodução / Instagram

Família

Sasha Meneghel abre o jogo e fala sobre relação com os irmãos: “Tive que dar uma regulada nisso”

Ela só queria que o filho se sentisse parte da família (Foto: Reprodução/Facebook

Família

Família adota criança de 12 anos e recebe surpresa de banco: “Não existia, mas criaram um jeito”

Virginia conta planos para chá revelação do terceiro filho - (Foto: reprodução/Instagram)

Gravidez

Virginia dá detalhes do chá revelação do 3º filho: "Diferente dos outros"

Filho de Giovanna Antonelli e Murilo Benício conta projeto profissional: "Sai do meu bolso" - (Foto: Reprodução/Instagram)

Ele cresceu! 🥰

Filho de Giovanna Antonelli e Murilo Benício se torna modelo e prova que a beleza é de família

Namorada de Duda Nagle comenta sobre relacionamento - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Nova namorada de Duda Nagle fala sobre relação com Zoe

Menina participa em competição com cabelo inspirado em refrigerante - Reprodução/ Twitter

Criança

Mãe viraliza ao fazer na filha um penteado inspirado em um refrigerante; veja o vídeo

Deborah Secco posta nova foto da filha - Reprodução/Instagram

Família

Deborah Secco mostra detalhes do quarto da filha e impressiona com decoração luxuosa

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!