Sequestrador de irmão de Zezé Di Camargo e Luciano morre durante confronto com a polícia

Ozélio de Oliveira fazia parte do grupo que manteve Wellington Camargo em cativeiro por 94 dias em 1998

Resumo da Notícia

  • Um dos sequestradores de Wellington Camargo, irmão da dupla Zezé Di Camargo & Luciano, morreu durante um confronto com a Polícia Militar
  • Ozélio de Oliveira fugiu da Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP I) em setembro de 2018
  • Wellington foi sequestrado em Goiânia em dezembro de 1998 e mantido em cativeiro até março, totalizando 94 dias

Um dos sequestradores de Wellington Camargo, irmão da dupla Zezé Di Camargo & Luciano, morreu durante um confronto com a Polícia Militar na última sexta-feira, 8 de janeiro. Segundo informações do UOL, Ozélio de Oliveira fugiu da Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP I) em setembro de 2018.

-Publicidade-
Caso aconteceu entre 1998 e 1999 (Foto: Weimer de Carvalho/O Popular)

A ação aconteceu em São José dos Pinhais, no Paraná, enquanto a PM investigava dois veículos que tinham sido denunciados pelo serviço de inteligência local. Além de Ozélio, quatro outros criminosos foram abordados, o que culminou em um confronto com trocas de tiros. Também foram apreendidos duas pistolas, um revólver e uma espingarda.

Sequestro aconteceu há 23 anos

Caso aconteceu entre 1998 e 1999 (Foto: Weimer de Carvalho/O Popular)

Wellington foi sequestrado em Goiânia em dezembro de 1998 e mantido em cativeiro até março, totalizando 94 dias. O irmão dos cantores é paraplégico e foi raptado pelo grupo dentro da própria casa.Na época, os bandidos tentaram pressionar a família pedindo um pagamento de 300 mil reais em troca do jovem.

-Publicidade-

Para chocar ainda mais os parentes, os bandidos chegaram a cortar um pedaço da orelha de Wellington e enviar para uma emissora de televisão local.O irmão de Zezé di Camargo e Luciano foi liberado um dia depois do pagamento do valor e deixado sozinho dentro de um buraco na estrada que fica entre Goiânia e Guapó.

(Foto: Reprodução / Instagram)

O grupo de sequestradores foram presos pouco tempo depois, permanecendo na cadeia até hoje. Ozélio, entretanto, chegou a fugir três vezes: a primeira em 2002, em Maceió, a segunda em 2006, em Foz do Iguaçu, e a última há três anos, no Paraná.

-Publicidade-