Superlua acontece hoje no final da tarde: veja como assistir e conheça as curiosidades

A característica principal desse fenômeno é que o satélite atingirá o ponto mais próximo da Terra em 2022, a uma distância de 357.263 quilômetros

Resumo da Notícia

  • Nessa quarta-feira, 13 de julho, vai acontecer o fenômeno denominado como Superlua dos Cervos
  • A partir de 17h45, a recomendação para aqueles que querem acompanhar o momento é estar em locais com horizontes amplos
  • Será o momento em que o satélite lunar atingirá o ponto mais próximo em relação ao planeta Terra

A atração da Superlua dos Cervos vai acontecer no momento em que o satélite atingir o ponto mais próximo da Terra, considerado o mais perto que os dois elementos estarão durante todo o ano de 2022. Nessa atração, a distância entre Terra e Lua será de 357.263 quilômetros, quando geralmente é de 384.042 quilômetros.

-Publicidade-
Superlua dos Cervos poderá ser vista nessa quarta-feira, a partir de 17h45 (Foto: AFP Photo)

Essa é a segunda vez que o fenômeno da Superlua acontece. A primeira vez foi em junho, e ficou conhecido como Superlua de Morango. O nome não foi dado pela coloração da lua, mas devido à coincidência entre o surgimento da Superlua com o período da colheita da fruta, no Hemisfério Norte.

Em reportagem da BBC, Cassio Barbosa, astrofísico do Centro Universitário da FEI, ressaltou as diferenças entre a Superlua dos Cervos e a Superlua de Morango: “Superlua é um termo popular para quando a fase de lua cheia acontece no ‘perigeu-syzígia’, ponto em que a Lua fica mais próxima da Terra na sua órbita. Essa Superlua de julho tem o diferencial de estar mais próxima do que a do mês passado”. “Ela aparece no céu um pouco maior do que habitualmente e um pouco mais brilhante”, completa.

Uma curiosidade é que o nome do fenômeno que acontece nesta quarta-feira, em 13 de julho, é referente ao período do ano em que a galhada dos cervos volta a crescer, além de estar relacionado com uma tradição indígena no nordeste do Canadá. O indicado para os brasileiros que desejam acompanhar esse momento raro é que, a partir das 17h45, período que começa a anoitecer no país, estejam atentos ao céu e localizados em um ambiente amplo.