Surpresa! Jovem vai a hospital com dores abdominais e descobre que está em trabalho de parto

Ana Melissa da Cruz, de 18 anos, não sabia que estava grávida e contou que durante o período de gestação continuou menstruando normalmente

Resumo da Notícia

  • Jovem vai a hospital com dores abdominais e descobre que está em trabalho de parto
  • Ana Melissa da Cruz, de 18 anos, não sabia que estava grávida
  • Ela contou que continuou menstruando normalmente durante toda a gravidez
  • O bebê nasceu em uma UPA

Ana Melissa da Cruz, de 18 anos, foi até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, depois de sentir dores abdominais. A garota foi até o local para procurar uma ajuda médica e entender o que poderia estar acontecendo. Ao chegar lá, ela descobriu que estava grávida e em trabalho de parto!

-Publicidade-
Jovem vai a hospital com dores abdominais e descobre que está em trabalho de parto (Foto: Getty Images)

“Foi meio que de surpresa. Estava tudo normal [menstruava todos os meses] quando foi ontem [sexta, 2 de março], comecei a sentir umas dores e minha barriga começou a inchar e fui para a UPA sentindo muita dor. Tenho gastrite e pensava que era da minha gastrite, mas, ao chegar lá, já estava em trabalho de parto”, contou ela, em entrevista ao G1. A jovem também disse que estava na companhia do marido quando foi para o local.

O bebê nasceu bem, pesando  3,300 quilos e medindo 49 centímetros. Logo após o parto, a mãe decidiu que ele chamaria Lucas Gabriel, nome sugerido por uma enfermeira do hospital. A mãe e o bebê foram encaminhados para uma maternidade logo depois, onde receberam mais alguns atendimentos. Os dois estão bem, mas ainda não sabem quando receberão alta. “Foi uma surpresa boa. Um notícia forte, mas, boa ao mesmo tempo. Ele está saudável e eu estou bem. Todo mundo gostou da notícia. Meu marido ficou surpreso”, disse ela.

-Publicidade-

A mãe contou que, durante a gestação, não percebeu nenhuma mudança no corpo e continuou menstruando normalmente, logo, a gravidez não tinha passado pela cabeça dela. Como o parto aconteceu de forma repentina, a família não havia preparado um enxoval para o bebê e nem pôde sair para comprar algumas coisas de última hora, devido as restrições impostas pela pandemia de coronavírus. O casal, então, contou com a ajuda de algumas doações que receberam ainda no hospital. Lucas Gabriel foi o primeiro bebê que nasceu na UPA da cidade e o hospital também precisou improvisar algumas coisas para que o parto acontecesse com segurança.