Thales Bretas conta como conversou com os filhos sobre morte de Paulo Gustavo: “Não tá claro para eles”

Thales Bretas participou de um bate-papo com a Ana Maria Braga, no programa “Mais Você”, onde contou como os filhos reagem quando ele comenta sobre a morte de Paulo Gustavo, segundo o médico, Romeo é quem mais fica incomodado

Resumo da Notícia

  • Thales Bretas participou de um bate-papo com a Ana Maria Braga, no programa “Mais Você”
  • O médico contou como os filhos reagem quando ele comenta sobre a morte de Paulo Gustavo
  • Segundo Thales, Romeo é quem mais fica incomodado com o assunto

Thales Bretas participou de um bate-papo com a Ana Maria Braga, no programa “Mais Você”, onde contou como os filhos reagem quando ele comenta sobre a morte de Paulo Gustavo, segundo o médico, Romeo é quem mais fica incomodado. A apresentadora também mostrou um vídeo do falecido ator, e Thales se emocionou ao vê-lo.

-Publicidade-

“Eles entendem um pouco do Paulo, não está claro ainda para eles, principalmente o Romeu que era muito apegado ao Paulo, eu digo que ele está no céu, uma entrelinha olhando por nós, e ele muda de assunto, sai de perto, se incomoda. Um dia eles vão entender que ele está brilhando no céu por eles.”, contou Thales.

Thales contou como aborda a morte de Paulo Gustavo com os filhos
Thales contou como aborda a morte de Paulo Gustavo com os filhos (Foto: Reprodução/Mais Você)

Ana Maria citou a última vez que conversou com Paulo Gustavo no programa, e mostrou um vídeo na época para o ator dos filhos correndo na grama. “Eu to sem coluna” comentou Paulo na hora. “De tanto pegar eles no colo, aí eles choram e pensam ‘Porque pegou ele primeiro? Qual foi o critério?” O pai babão também elogiou os filhos: “Eles são lindos, cheios de saúde, damos muito amor para eles, da hora que a gente acorda até a hora que dorme, melhor coisa que fizemos na vida.”

Thales finalizou contando que as crianças vão ter sempre esse legado do pai, e sempre serão lembrados. No começo da pandemia o casal havia encontrado uma casa para as crianças poderem brincar, viver intensamente no espaço, e felizmente conseguiram, até um pé de abacate eles plantaram.