União e esperança! Vaquinha para tia que adotou 6 sobrinhos supera meta

Claudineia Santos optou por cuidar das crianças para que elas não fossem separadas, mas para isso precisou parar de trabalhar

Resumo da Notícia

  • Claudineia Santos decidiu adotar 6 sobrinhos, depois de serem abandonados no abrigo pelos pais biológicos
  • A mulher precisou parar de trabalhar para cuidar das crianças
  • Com a divulgação da história e ajuda de portal de comunicação, ela conseguiu arrecadar mais de 45 mil reais

Claudineia Santos, de 34 anos, conquistou muitas pessoas ao tomar uma atitude decisiva. A mulher que vive na zona rural do Espírito Santo decidiu adotar 6 sobrinhos, após eles serem abandonados em abrigo pelos pais biológicos, que são dependentes químicos.

-Publicidade-
A tia adotou 6 sobrinhos e tem duas filhas adolescentes (Foto: Shutterstock)

Ela contou que não queria que os irmãos, que tem entre 1 e 9 anos de idade, fossem separados e por isso tomou a decisão sem pensar duas vezes. A mulher e o marido, Gilson Santos, também possuem duas filhas adolescentes e agora com os sobrinhos somam 10 pessoas em casa.

Após a divulgação da história, a rede de solidariedade do Razões Para Acreditar realizaram uma vaquinha e conseguiram arrecadar R$ 46.970,00, conforme divulgado no site do portal. Assim, eles superaram as expectativas e inclusive a meta de arrecadação em 17%.

11º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Sua Realidade

Está chegando! O 11º Seminário Internacional Pais&Filhos vai acontecer no dia 1 de junho, com oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar dos sorteios e ganhar prêmios incríveis. Para se inscrever para os sorteios, ver a programação completa e assistir ao Seminário no dia, clique aqui!

Mesmo assim, a vaquinha continua aberta por cerca de uma semana para quem ainda quiser contribuir. A ideia é conseguir um valor para que ela compre itens básicos, como comida e remédio, e consiga manter a família.

Depois de adotar as crianças, para cuidar delas, Claudineia ainda teve que abandonar os serviços que realizava como faxineira, deixando toda a responsabilidade financeira da casa com o esposo, que é lavrador.

Ao site Razões Para Acreditar, a tia disse que é possível que no futuro os pais das crianças possam retomar a guarda, mas antes será necessário um tratamento de reabilitação contra as drogas. Porém, ela também acha essa situação pouco provável, então realmente quer ficar com os sobrinhos.