“Foi muito surreal”, diz mãe de gêmeas siamesas separadas após 10 horas de cirurgia

Maggie Altobelli descobriu a condição das filhas em ultrassom durante a gestação. Os médicos chegaram a afirmar que nunca lidaram com uma situação daquelas na vida. Ao portal TODAY Parents, Maggie falou sobre a família

Resumo da Notícia

  • Gêmeas Siamesas conseguiram ser separadas após uma delicada cirurgia de 10 horas de duração
  • Maggie Altobelli descobriu a condição das filhas em ultrassom feito enquanto ela estava com 20 semanas de gravidez
  • Ao portal TODAY Parents, ela falou sobre o ocorrido

Maggie Altobelli descobriu que teria duas filhas no ultrassom que fez na vigésima semana de gestação. Contudo, admite que ficou nervosa ao perceber que não se tratava de um caso comum de gêmeos – e que a enfermeira responsável pelo exame chegou a afirmar que nunca tinha visto nada parecido.

-Publicidade-

“Eu estava tipo, ‘Oh meu Deus, há dois deles?’ A técnica tirou a varinha e ficou um pouco chocada e disse que tinha que ir buscar o médico. Perguntei se era porque ela havia descoberto que era gêmeos, e ela logo me disse: ‘Não é isso. É que seus estômagos estão conectados'”, admitiu Maggie, ao portal TODAY Parents.

“Eu estava tentando descobrir o sexo de um bebê que pensei que teríamos e então acabou sendo um pouco mais complicado”, disse ela. “Foi uma experiência fora do corpo. É como, ‘O que você quer dizer com os estômagos deles estão conectados? Isso é mesmo uma coisa?”.

Lilly e Addy nasceram grudadas
Lilly e Addy nasceram grudadas (Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal/ TODAY Parents)

A partir disso, a mãe narra uma delicada jornada até que as meninas fossem separadas. Segundo Maggie, foram diversos exames e estudos que se certificassem que as meninas teriam uma vida saudável após o procedimento – principalmente para conferir se elas não tinham ligação alguma no coração. Se este fosse o caso, a cirurgia de separação seria impossível, e elas precisariam viver para sempre grudadas.

“Foi uma surpresa e muito chocante”, desabafou Maggie. “Mas, nós apenas pensamos que Deus nos deu essas garotas por um motivo”. Mesmo assim, ela garante que o processo foi um pouco mais fácil já que as filhas “sorriam o tempo todo”.

A cirurgia foi um sucesso e, agora, Lilly e Addy estão se recuperando em direção a uma vida saudável. “Foi muito surreal, muito emocionante. O dia inteiro foi muito pacífico e meio que entregamos a Deus – e fizemos isso durante toda essa jornada”, conta Maggie, sobre o dia da cirurgia. E, sobre a vida em casa, o pai Dom ainda esclarece:

“Eles se sentam e olham um para o outro, sorriem e brincam. Sempre que eles estão próximos, eles estão pegando as mãos, os rostos e os tubos de respiração um do outro”. Os pais ainda contaram que, mesmo separadas, as irmãs adoram fazer de tudo juntas. Demais!

As irmãs foram separadas após 10 horas de cirurgia
As irmãs foram separadas após 10 horas de cirurgia (Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal/ TODAY Parents)