Por que os seios ficam escuros na gravidez? Saiba o motivo (lindo!) por trás dessa mudança

Durante a gestação, nosso corpo se preparar (e muito!) para receber o bebê. Uma dessas transformações é a mudança na coloração dos mamilos e aréolas! Entenda por que isso acontece e como isso influencia na amamentação

Resumo da Notícia

  • Descubra por que os seios escurecem na gravidez
  • Entenda como isso pode influenciar na amamentação
  • Veja outras mudanças durante a gestação

Com a descoberta da gravidez, aprendemos também que o nosso corpo muda (e muito!) para se preparar para a chegada do bebê. A partir desta transformação, os seios são uma das primeiras percepções notáveis, principalmente pela coloração escurecida nas aréolas e mamilos. Mas você sabe por que isso acontece?

-Publicidade-

Em uma conversa com Cinthia Calsinski, mãe de Matheus, Bianca e Carolina, enfermeira obstetra, consultora de amamentação e colunista da Pais&Filhos, desvendamos as principais dúvidas sobre o assunto, além de explicar como essa mudança pode influenciar na amamentação. Olha só:

Quando as aréolas e mamilos começam a escurecer?

Depende. Para algumas mulheres, a mudança é perceptível logo de cara, mas já para outras, pode não ser notado. “Tom de pele e número de gestação são alguns dos fatores que influenciam nessa percepção”, explica Cinthia. Apesar de ser mais notada após o parto, a coloração pode mudar logo no início da gravidez. Isso acontece por conta de estímulos hormonais, que chegam até mesmo a influenciar na percepção das primeiras mamadas do recém-nascido.

A coloração também serve de estímulo para a amamentação (Foto: Shutterstock)

Como a coloração influencia na amamentação?

Logo após o nascimento, os bebês enxergam em preto e branco então, a partir do formato redondo, as aréolas escurecidas o atraem para a mamada. “Isso sem contar o cheiro de colostro e leite, que associado a estes fatores tornam o ambiente ainda mais convidativo”, comenta a especialista.

Alguns meses após o parto, a coloração escura dos mamilos e seios tendem a desaparecer sozinhos e voltarem ao normal. Em média, Cinthia explica que na maioria dos casos a tendência é que o clareamento aconteça em aproximadamente três meses. Mas vale lembrar que isso pode depender de cada gestação e de cada mulher!

Mais mudanças!

Além do escurecimento, as grávidas podem notar pequenas bolinhas na aréola, que se parecem com espinhas. “São as glândulas de Montgomery que tem papel fundamental no preparo das mamas para amamentação. Elas lubrificam aréola e o mamilo na medida certa, e por isso não é necessário fazer mais nada até o momento de amamentar. Somente um preparo tem impacto no sucesso da amamentação: a busca de informações de qualidade!”, conclui Cinthia Calsinski.