Dor do nascimento dos dentes: 7 formas de aliviar, sintomas e como cuidar

Por volta dos seis meses de vida, é quando os primeiros dentes do bebê começam a nascer. Por isso, vale ficar de olho e saber como agir se seu filho tiver algum incômodo. Tiramos as principais dúvidas sobre o tema com a odontopediatra, Thelma Parada

Resumo da Notícia

  • Os primeiros dentes do bebê começam a nascer por volta dos seis meses, mas isso não é um padrão
  • Dicas caseiras para aliviar os sintomas podem ajudar (e muito!) nesta fase
  • Ao todo, a criança terá 20 dentes de leite

Quando os primeiros dentes começam a nascer, pode ser que seu filho tenha algum tipo de incômodo e fique irritado, ou mal-humorado. Mas, é possível driblar esse cenário e deixar essa fase (tão importante!) mais tranquila para o bebê. A boa notícia é que algumas receitas caseiras podem te ajudar!

-Publicidade-

Em uma conversa com a odontopediatra, Thelma Parada (CROSP 74771), mãe de Guilhermina, e embaixadora da Pais&Filhos, tiramos as principais dúvidas sobre a dor de nascimento dos dentes, quando eles começam a surgir e o que fazer para aliviar esse incômodo que acontece na gengiva, olha só:

Quando os dentes do bebê começam a nascer?

Apesar de não ser exato, Thelma Parada explica que os dentes começam a nascer por volta dos seis meses, mas isso não é um padrão. “Existe muita variação em relação aos seis meses. Algumas crianças tem o nascimento dos dentes com oito meses, outras com um ano. Mas, ela terá os 20 dentinhos de leite”.

Vale lembrar ainda que o nascimento dos dentes podem acontecer até os três anos de idade. “Para os pais não entrarem em desespero, é importante que eles tenham mais ou menos uma noção sobre quando essa fase irá acontecer, pois cada criança tem um ritmo diferente”.

Os primeiros dentes do bebê podem começar a nascer a partir dos primeiros seis meses de vida (Foto: iStock)

Como saber que os dentes do bebê estão nascendo

Quando os dentes estão começando a nascer, geralmente o bebê pode dar alguns sinais. Mas, é muito importante ficar de olho com possíveis inflamações e contaminações, que podem ocorrer pela criança levar objetos a boca. Além disso, é possível notar:

  • Um aumento da produção salivar
  • Inquietude
  • Gengiva irritada

“A criança mais incomodada pode ser um dos sintomas de que o dente está nascendo. O melhor mesmo é levar ao odontopediatra, porque com o exame clínico, de palpação, o profissional consegue orientar os pais da proximidade ou não da vinda da erupção desses dentes”, explica. Vale lembrar ainda que isso “não significa que o odontopediatra vai saber quando o dente irá nascer exatamente, mas ele consegue dar um norte para a família”.

Thelma explica ainda que: “A recomendação geral é que quando estiver nascendo os dentinhos, a criança coma alimentos mais frios ou uma água mais gelada, porque já alivia bastante o incômodo. Ou, é possível também utilizar uma escova de dente molhada em água gelada e até mesmo um mordedor ou um brinquedinho que a criança ponha e esteja mais fresco”, orienta a especialista.

11º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Sua Realidade

Está chegando! O 11º Seminário Internacional Pais&Filhos vai acontecer no dia 1 de junho, com oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar dos sorteios e ganhar prêmios incríveis. Para se inscrever para os sorteios, ver a programação completa e assistir ao Seminário no dia, clique aqui!

O que pode acontecer se a criança tiver inflamações ou contaminações com o nascimento dos dentes?

Segundo a odontopediatra, é importante lembrar que todas as crianças irão passar pela fase de nascimento dos dentes, justamente por ser uma questão fisiológica. Algumas podem sentir mais incômodo, enquanto outras não sentem nada.

Geralmente, segundo Thelma Parada, quando ocorre uma inflamação ou infecção, pode acontecer da criança ter eventualmente episódios espaçados de febre ou diarreia. “Então, pode haver uma alteração da consistência das fezes, um episódio de estado febril, mas nada de febre alta”.

Como aliviar a dor de nascimento dos dentes?

A odontopediatra recomenda que essa fase seja vivida da forma mais natural possível. Por isso, a família pode investir em algumas opções caseiras para deixar o bebê mais confortável:

E se nada resolver?

Se mesmo seguindo todas as recomendações o bebê parecer incomodado com o nascimento dos dentes, Thelma Parada explica que é importante procurar por um odontopediatra. “Pode ser recomendado entrar com algumas substâncias químicas naturais, aplicadas diretamente na gengiva do bebê. O especialista irá indicar os melhores medicamentos, além de frutas frias e massagens, que podem aliviar a sintomatologia da criança.

Como escovar os dentes do bebê

A escovação deve acontecer a partir do nascimento do primeiro dente. Para isso, Thelma reforça que existe um jeito certo e que a recomendação é superimportante para o cuidado com a saúde bucal. Por isso, os pais devem seguir o passo a passo: use movimentos circulares, de bolinha, ou vai e vem, para a frente e para traz, em todas as faces do dente. Para facilitar o processo, faça isso após o banho ou quando o bebê estiver deitado no trocador, pois a posição vertical pode dificultar a higiene correta.

A higiene bucal do bebê deve começar a partir do nascimento dos primeiros dentes (Foto: iStock)

A amamentação é fundamental para o desenvolvimento dos dentes!

Antes mesmo dos dentes começarem a nascer, o aleitamento materno tem um papel primordial no fortalecimento e crescimento deles. Thelma explica que o processo funciona como o primeiro aparelho da criança, pois atua no desenvolvimento ósseo do maxila, osso que segura os dentes superiores. Além disso, ele também ajuda na mandíbula, que fixa os dentes inferiores.

“Por isso, nós batemos na tecla que é importante amamentar exclusivamente até os seis meses e estender até os dois anos com a amamentação não sendo exclusiva. Fora os demais benefícios, como a prevenção do câncer de mama, o de útero, além de ser um alimento saudável para o bebê e melhorar imunidade das crianças”, conclui.