Apneia do sono em crianças: como identificar no ronco do seu filho e qual o tratamento

Causada por uma obstrução nas vias respiratórias, que dificulta a passagem do ar pela boca ou nariz para os pulmões, a apneia do sono pode atingir crianças e é preciso ficar de olho nos sinais para tratar o problema com um especialista

Resumo da Notícia

  • A apneia do sono acontece quando o ar que entra pelo nariz ou boca não consegue chegar até a traqueia e aos pulmões.
  • Esse bloqueio da respiração, que atinge adultos e crianças, dura cerca de 10 segundos
  • Sintomas como ronco e dificuldade de respirar pelo nariz são sintomas da apneia obstrutiva do sono, que deve ser tratada com ajuda de um otorrinolaringologista

Diversos fatores podem estar por trás do ronco do seu filho. Uma das possibilidades que devem ser levadas em conta como causador do problema é a apneia obstrutiva do sono, que não acontece somente com adultos. Uma pesquisa realizada pela ABOR-CCF, Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, mostrou que 40 a 60% da população adulta possui algum tipo de distúrbio de sono, como a apneia, e crianças também podem ser afetadas por esse transtorno.

-Publicidade-

A apneia do sono acontece quando o ar que entra pelo nariz ou boca não consegue chegar até a traqueia e, consequentemente, aos pulmões. Essa interrupção da respiração, que atinge adultos e crianças, dura cerca de 10 segundos.

Sintomas da apneia do sono em crianças

Os sintomas de apneia do sono em crianças que mais chamam atenção e devem deixar os pais em alerta são:

  • Ronco muito ou pouco ruidoso – veja o que significa o ronco do seu filho
  • Sono agitado
  • Ruídos de sufocamento ou engasgo
  • Pausas respiratórias durante o sono
  • Dificuldade de respirar pelo nariz

Além desses, algumas crianças podem apresentar alteração na frequência respiratória – o que pode ser um quadro também de hipopneia, distúrbio semelhante à apneia do sono. Caso seu filho apresente algum desses sintomas, sempre busque por um especialista para realizar o diagnóstico correto e indicar o melhor tratamento.

Um dos sintomas de apneia do sono em crianças é o ronco e dificuldade de respirar pelo nariz (Foto: Freepik)

Causas da apneia do sono

Em crianças, a apneia do sono pode ser causada por mudanças na estrutura física do corpo ou por condições que prejudicam a saúde de alguma forma. As mais comuns são:

  • Hipertrofia de adenoides
  • Hipertrofia das amígdalas palatinas
  • Rinite alérgica (diretamente relacionada a casos de alergia, mais conhecida e comum em épocas como primavera)
  • Rinite vasomotora (causada pela inflamação das membranas que ficam dentro do nariz e pode aparecer ao longo do ano todo)

Outras causas que podem desencadear a apneia obstrutiva do sono em crianças são:

  • Obesidade
  • Retrognatismo (quando a mandíbula ou maxila estão posicionadas para trás)
  • Deformidades nas vias aéreas

Como diagnosticar a apneia do sono?

Pais de crianças que sofrem com roncos podem levá-las a um pediatra, que logo em seguida encaminhará a família a um otorrinolaringologista. Para diagnosticar a apneia do sono, o especialista deverá realizar uma anamnese, juntamente de exames físicos. É por meio da nasofaringolaringoscopia que o médico identifica possíveis obstruções das vias aéreas. Caso não seja possível realizar a avaliação com o endoscópio, ele poderá pedir um Raio-X da rinofaringe.

Tratamento para apneia do sono

O tratamento para apneia do sono causada pela hipertrofia das amígdalas e adenoides é feito por meio de procedimentos cirúrgicos. Mas, quando o aumento desta última não causa obstrução de mais de 70% da rinofaringe, é possível tratar o caso clinicamente e acompanhar o quadro. Tanto a rinite alérgica quando a vasomotora são causas que não precisam de cirurgia para tratamento e são cuidadas com orientação médica.

Quais são os riscos da apneia do sono para a saúde da criança?

Uma apneia do sono não diagnosticada e tratada corretamente pode atrapalhar o desenvolvimento e saúde do seu filho. Crianças que não respiram bem pelo nariz podem apresentar quadros de deformidade do palato, também chamado de céu da boca, e fazer com que a arcada dentária superior dela avance e se torne protuberante. A longo prazo, essa dificuldade pode levar a uma assimetria facial.

Consultoria: dr. Luiz Augusto de Lima e Silva, otorrinolaringologista do Grupo São Cristóvão Saúde, pai de Camila, Luiz e Mauricio.