Mãe de criança com deficiência é multada por esperar cuidador do filho em estacionamento

Adan, de 11 anos, sofre de uma deficiência intelectual por causa de uma complicação no parto e não se adapta bem com mudanças repentinas, por isso a mãe optou por continuar no estacionamento esperando o cuidador do filho

Resumo da Notícia

  • Uma mãe de 44 anos foi multada por exceder o tempo limite de um estacionamento em Newport, na Inglaterra
  • Charlotte Cheshire estava esperando o cuidador do filho chegar, e decidiu esperar no estacionamento
  • Adan, de 11 anos, sofre de uma deficiência intelectual por causa de uma complicação no parto e não se adapta bem com mudanças repentinas

Uma mãe de 44 anos foi multada por exceder o tempo limite de um estacionamento em Newport, na Inglaterra. Charlotte Cheshire estava esperando o cuidador do filho chegar, e decidiu esperar no estacionamento, porém ela não contava com o atraso do profissional.

-Publicidade-

Adan, de 11 anos, sofre de uma deficiência intelectual por causa de uma complicação no parto e não se adapta bem com mudanças repentinas, por isso a mãe optou por continuar no estacionamento esperando o cuidador do filho, para evitar uma alteração no humor e comportamento do menino.

O filho de Charlotte sofre de uma deficiência intelectual
O filho de Charlotte sofre de uma deficiência intelectual (Foto: Reprodução/The Mirror)

Charlotte foi multada em £ 100 (cerca de R$620). “Estacionei pensando que iríamos embora em 10 minutos. Preparei Adam para isso. Se eu tivesse tentado colocá-lo de volta no carro quando o tempo de espera cronometrado (do estacionamento) terminou, para dar uma volta em outro lugar, um colapso violento teria ocorrido”, disse Charlotte ao jornal The Mirror.

“Adam é meu bebê, mas é uma criança grande. Quando ele fica chateado, fica agressivo, então estou tentando controlar o que posso”, continuou. Charlotte, que é viúva e precisa cuidar do filho sozinha, conta com a ajuda de cuidadores temporários para passarem um tempo com Adan. Ela disse que pediu à Smart Parking “um pouco de compaixão” e foi atendida pela empresa que cancelou sua multa.

“A menos que você tenha vivido com uma pessoa com deficiência, você simplesmente não entende. A pausa (tempo em que Adan fica com o cuidador) me dá tempo para respirar, para fazer as compras de supermercado, apenas fazer coisas do dia a dia que não posso fazer com ele. Às vezes é apenas um momento de descanso”, disse.