Menino fica gravemente ferido após experimento científico caseiro dar errado e explodir

Barrett McKim, de 12 anos, estava em casa fazendo testes científicos com um metal chamado “ouro de tolo” quando as coisas saíram do previsto e se acidentou

Resumo da Notícia

  • Um menino de 12 anos sofreu um grave acidente enquanto realizava um experimento científico em casa
  • Barret estava mexendo com álcool isopropílico quando a tentativa deu errado e explodiu
  • O menino teve queimaduras em grande parte do corpo e está internado

Um menino de apenas 12 anos ficou gravemente ferido após realizar um experimento científico em casa que não deu certo e explodiu, causando queimaduras de segundo e terceiro grau em mais da metade do corpo dele. O caso aconteceu na Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

-Publicidade-

Caroline McKim, mãe de Barrett McKim, contou em entrevista à revista People que o filho estava realizando um experimento científico envolvendo álcool isopropílico. Após dar errado, a explosão atingiu a criança e ela também ficou machucada. Ambos precisaram ir para o hospital e, antes do serviço de emergência chegar até o local do acidente, Caroline tentou amenizar as feridas de Barret jogando água no corpo do menino.

Após o acidente, Stephen Schlautman, tio do menino, decidiu compartilhar o que havia acontecido com a família em uma página de arrecadação de fundos para ajudar a custear o tratamento do sobrinho. Em seu post, ele explicou que “Barrett tem um amor pela ciência e realizou muitos experimentos. Ele é conhecido por ser cauteloso, como ficou evidente pelos óculos que usava durante o experimento”.

Barret estava realizando um experimento científico com álcool isopropílico e "ouro de tolo" quando o acidente aconteceu
Barret estava realizando um experimento científico com álcool isopropílico e “ouro de tolo” quando o acidente aconteceu (Foto: Reprodução GoFundMe)

Por causa do grau das queimaduras, Stephen contou que o sobrinho precisou ser levado para o hospital de helicóptero para um centro especializado nesse tipo de acidente e que precisará passar por “muitas cirurgias envolvendo enxertos de pele”. O tio contou que Barrett também vai passar por uma cirurgia na próxima segunda-feira, 11 de julho.

“O hospital será o lar de Barrett e seus pais por semanas, senão meses. Orando para que o Senhor continue a curar a pele”, contou na publicação feita na página GoFundMe. Desde que o post foi feito, Stephen conseguiu arrecadar por meio de doações mais de US$ 90.000, o equivalente hoje em dia a quase R$ 480.000.

Como o acidente aconteceu

Kyle, pai de Barrett, contou que tudo começou quando o menino decidiu realizar um experimento científico utilizando um metal chamado “ouro de tolo”, que tem somente a aparência do ouro, mas tem um valor muitíssimo menor. A ideia era fazer a pedra brilhar ou mudar de cor e, com base nos textos que leu, ele conseguiria alcançar o feito utilizando álcool isopropílico como acelerador. No entanto, a experiência deu errado.

Após o acidente, Barret foi internado e deve passar por várias cirurgias de enxerto de pele
Após o acidente, Barret foi internado e deve passar por várias cirurgias de enxerto de pele (Foto: Reprodução GoFundMe)

Foi neste momento em que houve a explosão que causou os graves ferimentos em Barrett. “O álcool estava na mistura. De alguma forma, nesse processo, isso foi inflamado e meio que explodiu e voltou para seu rosto. Ele queimou cerca de 50% de seu corpo, e meu entendimento é que cerca de 20% deles são de terceiro grau e 30% são de segundo grau”, explicou.

“Felizmente, ele estava usando óculos de proteção, o que certamente ajudou, mas ele estava usando uma camisa sintética, que acabou sendo um verdadeiro contribuinte para o fogo ficar e tentar apagar, pois derreteu com o acelerador”. Quanto à atitude de Caroline, Kyle foi direto: “Caroline é uma heroína e acho que é por isso que Barrett está vivo”.