Professora realiza sonho de aluno autista e o leva para voar de helicóptero

Pedro Henrique Lins, de 10 anos, ama helicópteros. Depois de perceber a paixão do menino, a professora Ângela o levou para voar de helicóptero pela cidade onde mora no dia 24 de junho

Resumo da Notícia

  • Um aluno autista ama helicópteros e sonhava voar em um
  • Percebendo essa paixão, a professora decidiu tornar esse sonho realidade
  • Os dois voaram juntos no dia 24 de junho, sexta-feira

No dia 24 de junho, sexta-feira, um menino autista de 10 anos conseguiu realizar um sonho graças a professora da escola dele. Pedro Henrique Lins é uma criança que ama helicópteros e sonhava voar em um. 

-Publicidade-
A professora realizou o sonho do menino de voar de helicóptero
A professora realizou o sonho do menino de voar de helicóptero (Foto: Reprodução/ G1)

Em entrevista ao G1, a mãe Silvia de Almeida Lins, de 42 anos, contou como foi o momento em que Pedro sobrevoou a cidade em que mora no litoral de São Paulo, Praia Grande, e sobre a paixão do filho por helicópteros: “Pedro gosta muito de helicópteros e aviões desde os quatro anos de idade. Ele tem verdadeira fascinação, conhece sobre turbinas, motores e modelos”. 

Ela também disse que Pedro sempre faz desenhos de helicópteros, feitos tanto nas sessões de terapia quanto na escola, sendo o passatempo favorito dele: “Seu passatempo favorito é desenhar helicópteros e fantasiar que um dia andaria em um. Como toda pessoa com TEA, ele tem hiperfoco, um padrão de comportamento restrito e repetitivo”.

A professora realizou o sonho do menino de voar de helicóptero
A professora realizou o sonho do menino de voar de helicóptero (Foto: Reprodução/ G1)

A professora de Pedro, Ângela Silva, contatou uma construtora da cidade que tem um helicóptero, na esperança de conseguir realizar o sonho da criança. Ela explicou: “Foi feita uma surpresa para ele. Quando ele foi até a construtora, achou que somente iria conhecer o helicóptero, mas quando ele soube que voaria, a primeira reação foi ficar surpreso, depois disse que estava muito feliz e que era o sonho dele”. Além disso, contou que sentiu uma forte emoção, já que uma “atitude tão pequena fez uma diferença enorme na vida do Pedro”. A mãe de Pedro expressou a felicidade e gratidão pela professora, e que será “eternamente grata”.