Saiba qual a quantidade de água que as crianças devem beber e dicas para mantê-las hidratadas

Os benefícios de se manter hidratado são claros, mas algumas crianças não são tão fáceis assim de convencer a tomar um gole sequer. Veja quanto seu filho deve beber de água por dia, e dicas para incentivá-lo a beber o suficiente

Resumo da Notícia

  • Nem sempre é fácil incentivar as crianças a beber água, mas a hidratação é parte fundamental para a saúde
  • A água faz parte de órgãos do nosso corpo como o cérebro, coração, pulmões, pele e até nos ossos
  • Para te ajudar nessa, separamos aqui qual a quantidade de água que seu filho deve beber por dia e algumas dicas para ajudá-lo a se manter hidratado ao longo do dia

É muito importante que as crianças atendam às necessidades do próprio corpo sobre a ingestão certa da quantidade de líquido diariamente. A água é encontrada em abundância em órgãos do nosso corpo como o cérebro, coração, pulmões, pele e até nos ossos. O nutriente vital ajuda a controlar a temperatura corporal, auxilia a ter uma digestão saudável, elimina os resíduos do corpo, previne a constipação e muito mais benefícios. Mas sabemos que nem sempre é fácil convencer as crianças de tomarem um gole sequer desse líquido tão precioso. Para te ajudar nessa, separamos aqui qual a quantidade de água que seu filho deve beber por dia e algumas dicas para ajudá-lo a se manter hidratado ao longo do dia.

-Publicidade-

Quanto de água as crianças devem beber?

Como diz o ditado, mas adaptado à sua realidade: você até pode levar seu filho à água, mas não pode obrigá-lo a beber. A quantidade de água que seu filho precisa vai depender do peso e do tanto de atividades físicas que ele pratica. Mas, de acordo com a Academia Americana de Pediatria (AAP), “crianças de 1 a 3 anos precisam de aproximadamente 900 mls de líquidos por dia, incluindo água ou leite. Isso aumenta para cerca de 1 litro e 200 mls para crianças de 4 a 8 anos de idade. Já as mais velhas, devem consumir até 1 litro e 800 mls”.

Tenha em mente que a maior parte do consumo de líquidos do seu filho deve ser água, e a quantidade aumentará nos meses mais quentes. Quando estiver calor, ou se seu filho estiver brincando muito e suando, certifique-se de que ele beba mais água, pelo menos a cada 20 minutos.

Crianças de 1 a 3 anos precisam de aproximadamente 900 mls de líquidos por dia, incluindo água ou leite, e essa quantidade vai aumentando conforme a idade (Foto: Getty Images)

Incentive seu filho a beber mais água

Quando as crianças estão ocupadas brincando, costumam não querer parar para beber água. Aqui estão algumas dicas para incentivar a hidratação adequada do seu filho.

  • Sempre tenha alguma bebida disponível. Leve garrafas de água com você ao sair de casa e ofereça ao seu filho algo para beber em momentos de silêncio, como por exemplo no tempo em que ele estiver em frente às telas, ou dentro do carro.
  • Crie você mesmo um modelo de hidratação adequado. Quando as crianças veem a mãe ou o pai pegando água toda hora, elas têm chances maiores de fazer o mesmo.
  • Tente se informar sobre o assunto. Você pode procurar entender melhor a importância da água na sua vida e da sua família, afinal, informação nunca é demais. Além disso, tente procurar por livros infantis sobre o assunto, assim, de quebra seu filho também aprende.
  • Que tal misturar um pouco? Incremente o sabor da água adicionando um pouco de suco de fruta 100% natural ou espremendo nela um limão, laranja ou tangerina. Você também pode adicionar algumas frutas frescas ou congeladas, fatias de pepino ou hortelã para dar um sabor leve na água pura.
  • Coma alimentos ricos em água. Seu filho não precisa atingir a quantidade de líquidos diários exclusivamente de, digamos, líquidos. Frutas como melancia e melão, e vegetais como pepinos podem ajudar seu filho a se hidratar.
  • Limite a ingestão de sucos e refrigerantes. Tente reduzir ao mínimo consumo de  sucos de frutas e bebidas industrializadas e se for optar por essas escolhas, uma boa dica é diluí-los com água, já que eles costumam ter muito açúcar. Evite também bebidas que contenham cafeína, como chá gelado ou muitos refrigerantes, porque a cafeína é um diurético que pode contribuir para o processo de desidratação, aumentando a perda de líquidos. Além disso, como estimulante, a cafeína pode diminuir os sintomas de desidratação.
  • Compre itens que incentivem o consumo de água. Pode ser uma boa ideia deixar que seu filho escolha o próprio copo, a própria garrafa e até um canudo especial. Isso pode deixá-lo animado para beber aquele gole de água tão importante.
A água faz parte de órgãos do nosso corpo como o cérebro, coração, pulmões, pele e até nos ossos (Foto: Freepick)

Fique atenta aos sinais de desidratação

As crianças são mais propensas à desidratação do que os adultos. E isso porque seus corpos não esfriam com tanta eficiência, e o calor do verão pode aumentar o risco disso acontecer. O perigo aparece quando o líquido sai do corpo deles através do suor de maneira mais rápida do que são repostos – bebendo água-, e a desidratação pode acontecer.

Para saber se seu filho está com a hidratação boa e em dia, uma boa dica é ficar de olho no xixi dele, que é um ótimo sinalizador do nível de água no corpo. Se o xixi estiver com uma cor amarela-clara ou transparente, significa que a hidratação está boa. Urina mais escura, diminuição na frequência do xixi, pele seca, lábios rachados e ausência de lágrimas ao chorar podem ser sinais de desidratação. No momento em que seu filho apenas demonstrar que está com sede, pode ser que ele já esteja desidratado, então faça o possível para ficar à frente da situação. A boa notícia é que as crianças são reidratadas muito rapidamente. Então, se você estiver desconfiada ou preocupada que seu filho possa estar desidratado, ofereça-lhe pequenos goles de água com frequência.

Você deve visitar o pronto-socorro ou ligar para a emergência se seu filho sentir letargia extrema, falta de resposta, vômitos, falta de suor e dor abdominal intensa.