Vídeo mostra alunos comemorando ao descobrirem que não precisam mais de máscaras em escola em Israel

O momento foi gravado pela professora e logo viralizou nas redes sociais, mostrando a felicidade das crianças com a notícia

Resumo da Notícia

  • Vídeo mostra comemoração dos alunos de uma escola de Israel ao descobrir que não precisam mais de máscaras
  • O momento foi gravado pela professora, que anunciou a novidade para os alunos
  • As crianças logo comemoraram a notícia
  • O vídeo logo viralizou nas redes sociais

Certamente estamos todos unidos à espera de um momento: o fim da pandemia de covid-19. De crianças a idosos, a verdade é que a maioria de nós não vê a hora de todos estarmos imunizados para poder assim, finalmente, retirar as máscaras. Apesar de ainda não ser o caso do Brasil, essa realidade está se tornando comum em diversos países ao redor do mundo. Esse é o caso de Israel.

-Publicidade-

Uma professora decidiu filmar o momento em que contou para os alunos que eles poderiam retirar a máscara na escola e compartilhou o vídeo nas redes sociais. Nas imagens, as crianças podem ser vistas retirando o material de proteção e comemorando os dias melhores que virão pela frente.

As crianças comemoraram a possibilidade (Foto: Getty Images)

A emoção dos garotos no vídeo foi tão grande que as cenas logo viralizaram nas redes sociais! “Eu vou te dizer uma coisa. Ouça, tire as alças de queixo. A partir de hoje não usamos máscara em sala de aula”, conta a professora aos alunos do vídeo, como apontado pelo jornal Nation, que pulam de alegria ao tirar as máscaras. A maioria deles até joga a máscara para cima. Logo depois, todos os alunos pegam as máscaras e as jogam no lixo, sempre com um sorriso no rosto.

As imagens representam o sucesso da campanha de vacinação israelense, que já imunizou 59% da população com as duas doses. A vacinação, junto com a política de isolamento social, reduziu o número de novos casos em Israel. O país caiu de uma média semanal de 8.600 casos (no auge da pandemia) para apenas 19. Os alunos, professores e familiares hoje comemoram juntos a liberdade de sair e respirar ar puro por aí.