Criança

Você sabia? Jogos de tabuleiros ajudam na educação financeira

Que tal brincar com seu filho?

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Untitled-1

(Foto: iStock)

Em 2018, o governo brasileiro incluiu a educação financeira na grade escolar e, seguindo essa linha, o Bank of America Merrill Lynch (BofA) e o Instituto Brasil Solidário (IBS) lançaram jogos de tabuleiro que tem como finalidade ensinar as crianças a lidar com o dinheiro, como economizar, poupar e investir.

O projeto foi iniciado em 2017 com 20 mil alunos distribuídos por 91 escolas no Ceará e chegou em Santo Amaro, São Paulo, na última semana com 10 mil alunos em 19 escolas.

O jogo “Piquenique” é para crianças de seis a dez anos e funciona como se as elas estivessem no supermercado. Eles precisam escolher os produtos de forma econômica. “Os produtos mais caros são os mais tentadores, para mostrar que nem sempre o que você deseja é o mais racional”, explica Thiago Fernandes, responsável da área social e de governança do BofA na América Latina. Já no jogo “Bons Negócios”, para crianças de 11 a 14 anos, elas experimentam como é investir.

Depois que os jogos entraram na rotina desses alunos cearenses, os resultados apareceram nas contas de casa, já que as crianças começam a se conscientizar sobre o assunto. De acordo com Lavínia Martins, diretora da Associação Brasileira de Planejadores Financeiros, a educação financeira vai além da matemática, é muito comportamental.

Leia também:

8 brincadeiras de rua para você e seu filho se divertirem

De volta ao passado: divirta-se em família com esses jogos retrô

5 motivos para você deixar o seu filho jogar videogame

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não