Bebê nasce empelicado em registros raros de arrepiar: “Uma dádiva”

Davi Lucca nasceu com 3,320 quilos em São Miguel do Oeste, em Santa Catarina, e protagonizou um evento raríssimo que viralizou na internet

Resumo da Notícia

  • Um bebê nasceu 'empelicado' em São Miguel do Oeste, SC, e viralizou nas redes
  • Médicos responsáveis pelo parto de Davi Lucca afirmaram que a condição do nascimento do menino é extremamente rara
  • Ele veio ao mundo ainda envolvido na bolsa amniótica, e as fotos são surpreendentes

De arrepiar! Um bebê em São Miguel do Oeste, em Santa Catarina, nasceu completamente ‘empelicado’ e chamou a atenção dos médicos e internautas. Isso porque Davi Lucca, que veio ao mundo no começo de setembro, foi retirado da barriga da mãe por meio de uma cesárea e completamente envolto na bolsa amniótica.

-Publicidade-

A fotógrafa responsável pelos registros do parto se surpreendeu completamente com a oportunidade de eternizar um momento tão especial – e raríssimo. “Ver um nascimento assim é incrível, um dádiva. Me sinto privilegiada por participar de momentos assim”, contou ela, ao G1.

O evento foi de arrepiar
O evento foi de arrepiar (Foto: Vanuza Lolatto/Reprodução)

Mãe e filho passam bem e já tiveram alta do hospital. Contudo, o obstetra responsável pela chegada do menino, Romar Pagliarin contou também ao G1 que não havia como prever o momento, e que ele não prejudicou a saúde do bebê. “É um nascimento muito bonito, o bebê vindo dentro da bolsa e ainda se mexendo. Praticamente ainda no meio intrauterino. Ainda em contato com a mãe. É um nascimento bem emocionante”. A clínica afirma que este foi o quarto bebê em 2 anos que veio ao mundo nestas condições.

Davi nasceu envolto na bolsa amniótica (Foto: Vanuza Lolatto/Reprodução)

Sandra e Jhonatan, pais de Davi, afirmaram que a mãe optou pela cesárea por possuir hipertensão. Após o nascimento, a bolsa amniótica foi logo rompida pelos médicos e o bebê finalmente chorou pela primeira vez.

Afinal, o que é a bolsa amniótica?

A bolsa amniótica é onde o bebê fica envolvido ao longo de 40 semanas, recebendo nutrientes e oxigênio da mãe por meio de um cordão umbilical. Médicos afirmam que esta “bolsa” é geralmente rompida naturalmente no momento do parto – por se tratar de uma fina camada de pele. Contudo, este foi um evento raro – e lindamente registrado.

A bolsa foi rompida pelos médicos
A bolsa foi rompida pelos médicos (Foto: Vanuza Lolatto/Reprodução)