Coronavoucher: saiba se motoristas de aplicativos e taxistas têm direito de receber o benefício

O órgão deve divulgar hoje como ficarão as datas de acesso ao benefício para trabalhadores informais cadastrados no CadÚnico, os recursos devem começar a ser liberados na próxima quinta-feira, 9 de abril, antes do feriado da Páscoa

Resumo da Notícia

  • Caixa Econômica Federal deverá anunciar como irá funcionar a liberação dos 600
  • Será criado um aplicativo para que trabalhadores que não estejam cadastrados em bases de dados do governo
  • Foi aprovado pelo Senado a concessão da ajuda de R$ 600 a motoristas de aplicativo e taxistas durante a pandemia do coronavírus.
  • Os recursos do ‘coronavoucher’, podem começar a ser liberados na quinta-feira
O auxílio só poderá ser fornecido para trabalhadores acima de 18 anos (Foto: Getty Images)

Nesta segunda-feira, 6 de abril, a Caixa Econômica Federal deverá anunciar como vai funcionar a liberação dos 600 reais do auxílio emergencial a trabalhadores informais, ou como está popularmente conhecido ‘coronavoucher0‘, de acordo com a Veja. Segundo a lei, têm direito a renda básica trabalhadores informais que recebem até meio salário mínimo de renda (522,50 reais) ou renda familiar de até três salários mínimos (3.135 reais).

Foi aprovado em sessão virtual, também nesta segunda-feira, pelo Senado,  a concessão da ajuda de R$ 600 a motoristas de aplicativo e taxistas durante a pandemia do coronavírus. No total, 79 senadores votaram a favor da ampliação da ajuda financeira e ninguém se posicionou contra a proposta. Agora, a proposta parte para análise da Câmara dos Deputados antes de ir a sanção presidencial.

Pedro Guimarães, presidente do banco, disse sobre a criação de um aplicativo para que trabalhadores que não estejam cadastrados em bases de dados do governo, possam se inscrever para ter direito ao auxílio. O calendário para quando as categorias de informais terão direito ao benefício, deve sair nesta segunda-feira, 6 de abril, e a liberação do aplicativo, na terça-feira, 7 de abril.

A Caixa deve divulgar hoje como ficarão as datas de acesso ao benefício para informais cadastrados no CadÚnico, Microempreendedores Individuais (MEIS) e autônomos que recolhem INSS pelo plano simplificado ou facultativo. No caso dos informais que não constam em nenhum cadastro, elencados como mais vulneráveis pelo programa, o benefício deve ser liberado 48 horas após a autodeclaração.

Os recursos do ‘coronavoucher’ podem começar a ser liberados na próxima quinta-feira, 9 de abril, antes do feriado de Páscoa. De acordo com  Onyx Lorenzoni, ministro da Cidadania, após o preenchimento do cadastro, o crédito será liberado para contas correntes em bancos que tenham acesso ou emitida uma ordem de pagamento para saque.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!