Dez recém-nascidos morrem asfixiados após maternidade pegar fogo na Índia

O acidente aconteceu neste sábado, 9 de janeiro. Além da dezena de mortes, outros sete bebês foram resgatados do local

Resumo da Notícia

  • A maternidade de um hospital pegou fogo na Índia
  • Dez recém-nascidos morreram asfixiados
  • O incêndio foi controlado

A maternidade de um hospital em Bhandara, localizado no estado de Maharashtra, na Índia, pegou fogo neste sábado, 9 de janeiro. De acordo com as autoridades locais, 10 bebês recém-nascidos morreram asfixiados pela fumaça. Outros sete bebês foram resgatados com vida de dentro do local.

-Publicidade-

Pramod Khandate, médico do hospital, confirmou a morte dos recém-nascidos e se posicionou sobre o caso: “A causa do incêndio é desconhecida ainda, mas nossa equipe logo apagou as chamas”. Assim que perceberam que algo estava errado na unidade neonatal, as enfermeiras acionaram o alarme de incêndio. Os bombeiros trabalharam para que as chamas não chegassem em outras alas do edifício.

(Foto: Unsplash)

Através de seu perfil no Twitter, Narendra Modi, primeiro-ministro da Índia, lamentou o fato e a perda: “Tragédia de partir o coração em Bhandara, Maharashtra, onde perdemos preciosas jovens vidas. Meus pensamentos estão com todas as famílias que estão de luto. Espero que as crianças feridas se recuperam o quanto antes”.

-Publicidade-

Além de Modi, Rahul Ghandi, líder da oposição do primeiro-ministro, deixou algumas palavras nas redes sociais: “O infeliz acidente com o incêndio no Hospital de Bhandara é extremamente trágico. Minhas condolências para todas as famílias das crianças que perderam suas vidas. Faço um apelo para que o governo de Maharashtra provindencie toda a assistência necessária para as famílias prejudicadas”.

-Publicidade-