É oficial! SP deixa de obrigar máscaras ao ar livre a partir de hoje

O governador do estado, João Doria, anunciou as novas regras durante uma coletiva nesta quarta-feira, 9 de março

Resumo da Notícia

  • Governo de São Paulo anuncia novas regras sobre o uso de máscaras
  • A novidade foi anunciada pelo governador João Doria durante uma coletiva nesta quarta-feira, 9 de março
  • A possibilidade de flexibilizar as regras já tinha sido comentada anteriormente pelo governador
  • O Governo do Estado vinha recebendo pressões para a retirada da obrigatoriedade para as crianças de 6 a 11 anos nas escolas

O governador do estado de São Paulo, João Dória, falou em uma coletiva nesta quarta-feira, 9 de março, a respeito da flexibilização do uso das máscaras no estado. O governador ressaltou que, graças à vacinação de adultos e crianças contra a covid-19, hoje entramos em uma fase e que é possível retirar a obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre em todo o estado.

-Publicidade-

A nova regra passa a valer a partir de agora. Na entrevista, Doria ressaltou que os paulistanos não precisam mais usar a máscara, mas devem se sentir à vontade caso queiram continuar com o equipamento de proteção. “A partir de agora, as pessoas podem deixar de usar suas máscaras em ambientes ao ar livre. Evidentemente, pessoas que desejarem fazê-lo, por óbvio, poderão fazê-lo como medida protetiva e como decisão individual, mas não mais como decisão legal, como medida protetiva do estado de São Paulo”, disse ele.

SP deixa de obrigar máscaras ao ar livre a partir de hoje
SP deixa de obrigar máscaras ao ar livre a partir de hoje (Foto: Getty Images)

Em entrevista á Pais&Filhos, o Dr. Gerson Salvador, médico especialista em infectologia e saúde pública da Universidade de São Paulo (USP), pai de Laura, Lucas e Luís, disse que acredita que estamos sim em um momento seguro para a retirada das máscaras em locais abertos. “A gente está passando por um momento de queda de casos, a porcentagem de testes positivos de covid-19 também tem caído do estado de SP e no Brasil no geral, então é possível pensar em uma flexibilização. E quando eu falo em pensar em uma flexibilização não significa simplesmente de um dia para o outro parar de usar máscara para qualquer grupo de população ou qualquer ambiente”, reforça. “Eu diria que é possível tentar flexibilizar o uso das máscaras em ambientes externos, ambientes abertos em que não haja aglomerações”, completa. 

O Dr. Gerson ressaltou, no entanto, que é importante acompanhar de perto os efeitos dessa flexibilização e que, se for o caso dos casos voltarem a aumentar, pensarmos novamente na retomada do uso de máscaras. “A gente tem que monitorar de perto, observar as curvas e o que vai acontecer com os casos com essa retirada. E se continuar com os casos em queda, pode se pensar em outras formas de flexibilizar. Se houver o aumento de casos, tem que retomar e dar um passo para trás. É importante sabermos que a pandemia não acabou e ainda estamos em uma situação com muita gente doente e muita gente morrendo de covid-19 no Brasil”, diz. 

Quando devo usar a máscara?

O uso de máscaras passou a ser facultativo apenas em locais abertos, ou seja, em todo lugar fechado elas continuam sendo obrigatórias. Vale ressaltar, no entanto, que as recomendações seguem as mesmas: em caso de locais abertos com grandes aglomerações, o uso de máscara é muito recomendado.

“Além disso, pessoas que têm imunossupressão, obesidade, doenças cardíacas ou pulmonares, pessoas que fazem o uso de corticoides, grávidas, idosos e aqueles que têm contato direto com pessoas imunossuprimidas devem seguir usando as máscaras”, recomenda o Dr. Gerson. O comitê científico do governo do estado de SP também recomendou que pessoas com sintomas gripais e que não foram vacinados devem continuar usando as máscaras nos locais abertos.

E as crianças?

Como ressaltado pelos profissionais na coletiva, a nova regra vale para todas as idades: adultos e crianças. Ou seja, as crianças também poderão deixar de usar as máscaras apenas em locais abertos. No caso de escolas, quando estiverem em lugares ao ar livre, o uso de máscaras não é obrigatório, já dentro das salas de aula, a regra segue a mesma.

Uso de máscaras não é mais obrigatório em Balneário Camburiu
Uso de máscaras não é mais obrigatório em locais abertos em SP (Foto: Getty Images)

O Dr. Filipe Prohaska, infectologista do Grupo Oncoclínicas, pai de Letícia e Luisa, falou, em entrevista à Pais&Filhos, que acredita que ainda não é o momento de liberar totalmente o uso de máscara para crianças menores de 12 anos, como foi liberado em outros estados, como Santa Catarina. “Para se pensar em retirar a máscara, nós precisamos de 3 pontos fundamentais: primeiro, a vacinação de pelo menos 80% desse grupo vacinal com as duas doses e não somente uma. Lembrando que são duas doses para imunizar e uma terceira dose de reforço para garantir uma imunidade mais prolongada. Segundo, nós ainda estamos iniciando essa fase, os melhores estados de imunização ainda não alcançaram 50% da primeira dose e nós estamos falando de 80% com as duas para alcançar um grupo imunizado. Terceiro: o momento da pandemia. Nós sabemos que a ômicron trouxe novos repiques para o surto, exatamente para esse grupo populacional. Teve um grande aumento de internação de crianças desde novembro, que foi quando essa variante entrou”, pontuou ele, reforçando que, normalmente, novas variantes surgem justamente entre grupos que não estão completamente imunizados.

Entenda a situação em outras capitais

O Rio de Janeiro foi a primeira capital a liberar o uso de máscaras tanto em lugares abertos quando em fechados. Algumas outras capitais brasileiras tiraram a obrigatoriedade apenas para lugares abertos e sem aglomerações, como: Belo Horizonte, Boa Vista, Brasília, Campo Grande, Florianópolis, Macapá, São Luís e Teresina. Em Manaus as máscaras também não serão obrigatórias em locais ao ar livre apenas a partir do dia 16 de março.  O restante das capitais ainda não flexibilizou o uso do equipamento de proteção.

O papel das máscaras na proteção contra a covid-19

Mas, afinal, qual é a importância do uso de máscaras para a proteção contra a covid-19? A Dra. Letícia Kawano-Dourado, mãe de Inácio e Lúcia, médica pneumologista e pesquisadora que assessora a Organização Mundial da Saúde (OMS) na elaboração de diretrizes no tratamento do coronavírus, contou, em entrevista à Pais&Filhos, um pouco sobre a relevância do uso da máscara. ‘Ela não a única medida, mas tem sim papel central, junto com a ventilação do ambiente. As duas medidas mais importantes e que garantem maior segurança das pessoas nesses tempos de isolamento”, ressalta ela.

Na entrevista, ela também contou um pouco mais especificamente sobre o uso de máscara para as crianças e disse qual é a melhor máscara para os mais novos. Para ler na íntegra, basta entrar na nossa matéria clicando aqui.