“Ele se sentia um caixa eletrônico”, diz ex-mulher de Tom Veiga sobre testamento e filhos do ator

O intérprete de Louro José, que faleceu em novembro de 2020, fez testamento dividindo seus bens entre os 4 filhos e a última mulher, Cybelle, Hermínio, com quem ficou casado por apenas 7 meses

Resumo da Notícia

  • O intérprete de Louro José faleceu em novembro de 2020 e deixou um testamento dividindo seus bens entre os quatro filhos e sua última esposa
  • A família do ator que anular o documento, já que Cybelle e Tom ficaram casados por apenas 7 meses e já estavam separados
  • Cybelle deu a sua versão sobre o testamento deixado pelo ator e da relação dele com os filhos

Cinco meses após a morte de Tom Veiga, o testamento do ator vem causando polêmica. Isso porque o intérprete do Louro José deixou metade de seus bens em nome da ex-mulher, Cybelle Hermínio, e a outra metade para ser dividida entre os quatro filhos, frutos de seus dois casamentos anteriores.

-Publicidade-

Segundo informações do jornal Extra, a família do ator que anular o documento. Tom Veiga e Cybelle ficaram casados por sete meses. Eles começaram a namorar no início de 2019 e a empresária foi apresentada a todos no aniversário dele, em fevereiro. Em maio do mesmo ano, segundo amigos, ele fez uma série de exames e descobriu que tinha alguns nódulos no pulmão e se preocupou. Foi quando Tom decidiu que iria fazer um testamento. “Ninguém levou muita fé e disse que era uma bobagem isso. Só soubemos que realmente ele havia lavrado o documento no dia de seu velório”, conta um amigo do ator.

Tom Veiga interpretava Louro José no programa Mais Você (Foto: Reprodução Facebook/ Tom Veiga/Louro José)

Desta vez, Cybelle abriu o jogo sobre o testamento deixado pelo ator e da relação dele com os filhos em entrevista ao jornalista Roberto Cabrini no “Domingo Espetacular”, da RecordTV. “O testamento partiu do Tom, porque ele sempre soube os filhos que tinha. E eu vou provar isso porque o Tom falava. O que eu quero dizer é que não existe esse carinho, não existia esse carinho de pai. Ele se sentia um caixa eletrônico”, declarou Cybelle.

Cybelle Hermínio, ex-mulher de Tom Veiga (Foto: Divulgação/RecordTV)

Além de falar sobre a disputa pela herança, a terceira e última mulher de Tom negou que tenha agredido o ator, conforme acusação feita em denúncias de familiares e funcionários de Tom. Ela relatou a discussão entre os dois durante a conversa. “Quando eu vi que ele estava entornando a garrafa de vinho, literalmente, em pouquíssimo tempo, e estava indo pegar outra, eu não permiti. Quando ele abriu uma garrafa de vinho, eu entornei essa garrafa de vinho na pia da área externa em que a gente estava”, contou.

Tom Veiga interpretava Louro José no programa Mais Você (Foto: Reprodução Instagram @anamaria16)

Alessandra Veiga, que também é ex-mulher do ator, comentou sobre o episódio para o programa. “Ele tinha vergonha, como ele vai fazer um boletim de ocorrência? Ele pediu para não contar para ninguém”, disse ela sobre a suposta agressão. Nesta semana, o jornal Extra apurou que, dias antes de morrer, Tom teria pedido a um amigo para ir com ele até um cartório para retirar o nome de Cybelle no testamento.

No testamento, Tom teria disposto 50% de seus bens para os quatro filhos  – Diego e Amanda, que teve com Cristina Rilco, e Adrian e Alissa, com Alessandra Veiga. Os outros 50% ficariam com Cybelle, com quem ele foi casado de janeiro a setembro de 2020. De acordo com o documento, a mulher deve receber uma pensão de 18 mil reais por ano.

Alessandra Veiga foi casada com Tom  (Foto: Reprodução/ Record)

Segundo o Extra, um mês antes da separação, em setembro de 2020, Tom e Cybelle foram até o cartório para fazerem a troca do documento de união estável, que haviam assinado em dezembro de 2019, pela certidão de casamento, com regime de separação total de bens. A cerimônia religiosa aconteceu seis meses antes. “Ninguém consegue entender os motivos que levaram Tom a trocar essa documentação. Não tem sentido se casar poucos dias antes de separar”, comenta um parente, que não deseja se identificar. Tom morreu no dia 1 de novembro de 2020. O divórcio havia sido marcado para quatro dias depois.

O ator tinha 47 anos e deixou quatro filhos: Adrian e Alissa, fruto de seu relacionamento com Alessandra, e Diego e Amanda, da relação com Cristina Rilco. As entrevistas completas e a versão da família de Tom Veiga vão ao ar no “Domingo Espetacular”, que será exibido no próximo domingo (11), a partir de 19h45.