Estudantes criam ‘carrinho acessível’ para que pai cadeirante consiga passear sozinho com filho

A ideia veio para ajudar o marido de uma professora e os alunos ganharam dois prêmios depois de desenvolvê-la!

Resumo da Notícia

  • Estudantes criam 'carrinho acessível' para que pai cadeirante consiga passear sozinho com filho
  • A ideia veio para ajudar o marido de uma professora
  • Os alunos ganharam dois prêmios depois de desenvolvê-la!

Vários estudantes do ensino médio em Maryland, Estados Unidos, levaram para casa dois prêmios internacionais depois de desenvolver um carrinho acessível para o marido da professora, que se locomove com ajuda de uma cadeira de roda. Os 10 alunos da Bullis High School desenvolveram dois produtos que permitem que uma pessoa em uma cadeira de rodas leve os filhos no carrinho. O primeiro produto, voltado para recém-nascidos e crianças pequenas, fixa o assento do carro à cadeira de rodas, e o segundo, criado para crianças maiores, usa equipamento impresso em 3D para prender o carrinho à cadeira de rodas.

-Publicidade-

Chelsie King, cujo marido Jeremy teve “problemas de equilíbrio significativos” após uma cirurgia para remover um tumor cerebral três anos atrás, disse ao jornal Today que foi até o amigo, o professor Matt Zigler para pedir conselhos para desenvolver um produto que permitisse que Jeremy levasse o filho, mesmo na cadeira de rodas. A ideia veio logo que eles descobriram que ela estava grávida.

O projeto foi feito para ajudar uma professora (Foto: reprodução Today)

“A paternidade é difícil o suficiente, mas quando você tem uma deficiência física, especialmente uma que ainda é bastante nova … Imediatamente começamos a pesquisar coisas para encontrar maneiras de tornar a paternidade acessível para Jeremy e, honestamente, não descobrimos muito”, contou ela.

A mulher contou que logo pensou no projeto social que Zigler tem na escola, que se concentra em projetar produtos que beneficiem a sociedade em geral. Zigler disse que a programação da aula se alinhava “quase exatamente” com a data em que o casal precisaria do produto.

“Tem sido incrível”, disse o professor. “Este foi o projeto de maior sucesso que realizamos nos três anos em que dei esta aula, e acho que muito disso tem a ver com o fato de que era alguém da nossa comunidade e então o os alunos estavam realmente motivados para continuar tentando e testando diferentes ideias, design e redesenhos…  Acho que o fato de os alunos saberem que ia ser usado, tornou-o mais real para eles”, continuou.

Estudantes criam ‘carrinho acessível’ para que pai cadeirante consiga passear sozinho com filho (Foto: reprodução Today)

Uma aluna da classe, Ibenka Espinoza, disse ao jornal que estava animada em ajudar a professora que conhecia desde o ensino médio. “Eu estava tipo, ‘Eu preciso ajudar a Sra. King’”, disse Espinoza. “Eu ouvi muitas coisas maravilhosas sobre ela e não era tão próxima dela, mas… Eu ouvi outras pessoas falarem sobre como ela é e como ela é muito legal e emite vibrações felizes. Imediatamente eu só tinha que pensar em algo para ajudá-la”, completou.

A professora e o marido puderam começar a usar o carrinho especial para cadeira de rodas alguns dias após o nascimento do filho.  “Só poder ver Jeremy ter essa independência com nosso filho foi algo realmente incrível”, disse King. “A paternidade pode ser realmente assustadora para qualquer pessoa, mas tínhamos um conjunto de desafios pela frente que ainda estamos enfrentando à medida que nosso filho cresce. … É muito especial poder sair e compartilhar uma caminhada em família , então a gratidão que nós dois sentimos por ganhar esse produto e poder usá-lo é inexplicável”, agradeceu ela. E não só ela, mas como várias pessoas amaram a ideia do produto. Não atoa, a turma ganhou dois prémios na competição internacional Make: able 3D Printing Challenge.