Estudo mostra que café da manhã em família pode ser a hora mais estressante do dia

A pesquisa foi feita pela Lyle’s Golden Syrup

Família no café da manhã (Foto: Getty Images)

Um estudo feito com mais de 1.000 pais e filhos descobriu que o café da manhã, além de ser a refeição mais importante do dia, é também a mais estressante. Levantar, acordar as crianças, tirá-las da cama, fazer com que elas escovem os dentes e garantir que elas se alimentem são algumas das tarefas que estão por trás do estresse matinal.

Isso significa que as famílias raramente se sentam e tomam café da manhã juntos, o que acontece em apenas 2 dias da semana, geralmente. Porém, o estudo mostrou que 15% das famílias nunca fazem a primeira refeição do dia juntos. O estudo também descobriu que mais de 1/4 dos pais descreveria a saída de casa como uma luta diária. Cerca de 1/5 das pessoas disseram que passam a maior parte do tempo arrumando as coisas para sair de casa.

A pesquisa foi feita pela Lyle’s Golden Syrup para incentivar os pais a aproveitarem pelo menos 15 minutos do café da manhã para se conectarem com os filhos e a família. “O café da manhã é tradicionalmente a refeição mais importante do dia, mas uma lista interminável de coisas para fazer pode nos estressar antes mesmo de sair de casa”, diz Sara Metcalfe, gerente da empresa. “Porém, esses 15 minutos pode fazer um mundo de diferença”.

Leia também:

Culpa, não! Transforme o café da manhã em brunch

5 maneiras de diminuir o açúcar do café da manhã do seu filho

Como seu café da manhã pode te ajudar a ter filhos