Bebê é registrado com três pais na certidão de nascimento e família conta sobre parentalidade tripla

Ian Jenkins, Alan Mayfield e Jeremy Allen Hodges se tornaram o primeiro caso de família poliamorosa na California quando juíza permitiu que os três fossem pais na certidão de nascimento da filha, Piper

Resumo da Notícia

  • O trio se tornou o primeiro caso de família poliamorosa na California quando juíza permitiu que os três fossem pais na certidão de nascimento da filha
  • A decisão em 2017 abriu caminho para o reconhecimento de outras famílias poliamorosas nos EUA
  • Atualmente Piper tem 3 anos e agora eles também são pais de Parker, de 14 meses

Ian Jenkins, Alan Mayfield e Jeremy Allen Hodges se tornaram o primeiro caso de família poliamorosa na Califórnia, quando juíza permitiu que os três fossem pais na certidão de nascimento da filha, Piper. A decisão em 2017, segundo o Mirror UK abriu caminho para o reconhecimento de outras famílias poliamorosas nos Estados Unidos.

-Publicidade-

Atualmente Piper tem 3 anos e agora eles também são pais de Parker, de 14 meses. Ambas as crianças foram concebidas por meio de uma barriga de aluguel e um doador de esperma, sendo as duas crianças meio-irmãos. Ian e Alan estão juntos há 17 anos e Jeremy se juntou ao casal há 8 anos.

Hoje eles também são pais de um menino de 14 meses (Foto: Reprodução/ Mirror)

Ian e Alan estavam na dúvida se queriam filhos, mas quando Jeramy chegou eles começaram a discutir mais sobre o assunto e uma amiga, Meghan ofereceu ser a doadora dos óvulos e outra amiga se ofereceu para ser a barriga de aluguel.

-Publicidade-

Depois do nascimento de Piper a família recorreu a uma juiz local de San Diego, que primeiramente recusou adicioná-los todos à certidão de nascimento, alegando que não havia precedente, mas depois ela viu as opções possíveis e encontrou uma forma de usar as leis já existentes e fazer história de forma legal.

A família foi a primeira poliamorosa reconhecida na certidão de nascimento nos EUA (Foto: Reprodução/ Mirror)

As crianças se referem aos pais de maneiras diferentes para facilitar na comunicação sendo um ‘papa’, outro ‘dada’ e finalmente ‘daddy’. Ian descreveu a família como “apenas três pessoas tranquilas e normais que passam muito tempo pensando no que vai ter para jantar”.

Inspirado no filme ‘Três homens e um bebê”, o trio escreveu um livro chamado “Três pais e um bebê”, no qual contaram mais sobre a rotina em família e a história não muito convencional deles, dando até dicas sobre a paternidade.

Eles escreveram livro com título inspirado filme “Três homens e um bebê” (Foto: Reprodução/ Mirror)

Agora na pré-escola, Piper tem chamado atenção pela diferente situação doméstica da família, tanto de pais curiosos quanto filhos que desejam saber mais. Ian contou também sobre a preocupação da situação afetar negativamente a vida das crianças. “Não queríamos que eles se tornassem alvo de provocações, intimidações ou abusos online”, disse.

Ian disse que, felizmente, eles não tiveram nenhum problema nas vidas pessoais ou profissionais até agora. O trio garantiu que a chave para um ‘relacionamento saudável e poliamoroso’ quando se trata de paternidade é ‘conversa contínua’.

A família está empenhada em aumentar a conscientização sobre a necessidade de haver mais direitos legais para famílias poliamorosas nos EUA, já que alguns estados não são tão “liberais” como a Califórnia.

-Publicidade-