Família

Filha de Fernanda Young faz desabafo emocionante após 1 mês da morte da mãe: “Frustrante e dolorida”

A mulher morreu depois um ataque cardíaco

Ingrid Campiteli

Ingrid Campiteli ,filha de Sandra e Paulo

 

Estela abriu o coração e se despediu da mãe (Foto: Reprodução/Instagram @e.mym)

Fernanda Young morreu no mês passado por conta de um ataque de asma, logo depois um ataque cardíaco. Tudo aconteceu muito rápido, deixando todos abalados, inclusive as duas filhas Cecilia e Estela. As meninas decidiram fazer alguns relatos sobre a mãe.

Logo depois de um mês da morte da mãe, Estela escreveu sobre Fernanda no Instagram, bem emocionada. “Em casa sempre teve muito retrato seu, retratos grandes, médios, pequenos em todo mísero cantinho. é impressionantemente irritante como você saía bem em cada um deles. sempre te achei tão linda”, disse.

“Tinha aquela história de quando você trouxe amigas aqui em casa e eu bebê bobona disse na cara de todo mundo que você era de longe a mais bonita. linda, inteligente, chata, legal. quando a gente era menor eu e a biju aderimos a tática do “ok” pra te fazer parar de discutir com a gente. “ok, mamãe, desculpa. ok. ok okkkkk.” te deixava bravíssima. e cê nunca deixava pra lá. falaaaaaava. falava bem e falava alto. eu amo sua voz e não vou esquecer dela. só deixava de falar quando ficava triste. mas falava que tava triste quando colocava aquele pijama azul. lembro quando a gente maratonou downton abbey na sala. você gostava de assistir coisa com vestido bonito. eu não, mas assistia porque gostava de ficar com você. eram tempos horríveis mas a gente riu pra caramba. hoje todo segundinho do dia é um esforço coletivo enorme pra se animar agora que a escrota da ficha tá caindo devagarzinho. a rebordosa disso tudo é foda. a coisa mais frustrante e dolorida do mundo. mas a gente ri”, começou a jovem.

“Cê dizia que eu captava a alma nos desenhos (o que é uma grande mentira, eu capto pessoas, quase) mas eu nunca consegui te desenhar direito por causa do seu nariz perfeito. também nunca te mostrei nada que escrevi porque morria de vergonha. queria que cê lesse isso, de alguma forma maneiríssima ultra-planetar supersônica multidimensional. sei que cê acreditava em deus, então, se ele de fato existir e estiver te mostrando esse textinho no instagram, deus, eu to puta”.

Leia também:

Filha de Fernanda Young escreve texto sobre o casamento da mãe em homenagem após sua morte

Cris Guerra emociona com homenagem brilhante à Fernanda Young: “Na dor de amar um filho, nos encontramos”

Sabrina Sato usa as rede sociais e escreve texto de agradecimento à Fernanda Young

Fique por dentro do conteúdo do YouTube da Pais&Filhos: