Fiuk diz que não é sustentado por Fábio Jr.: “Desde os 16 anos pago minhas contas”

O ator contou em coletiva de imprensa sobre a experiência mais doida de sua vida: a participação no reality show da Globo

Resumo da Notícia

  • Fiuk contou em coletiva de imprensa sobre a experiência mais doida de sua vida: a participação no reality show
  • O filho de Fábio Jr. contou como foi a experiência no Big dos Bigs e revelou se é ou não sustentado pelo pai
  • Ele disse que se exaltou um pouco durante o discurso da final sobre as dificuldades financeiras, mas contou que nada do que falou é mentira

Finalista do BBB 21, Fiuk contou em coletiva de imprensa organizada nesta quarta-feira, 5 de maio, sobre a experiência mais doida de sua vida: a participação no reality show. O filho de Fábio Jr. contou como foi a experiência no Big dos Bigs e revelou se é ou não sustentado pelo pai.

-Publicidade-

Ele disse que se exaltou um pouco durante o discurso da final sobre as dificuldades financeiras, mas contou que nada do que falou é mentira, pois trabalha com eventos e fez um grande investimento antes da pandemia. Ele também precisou vender o próprio carro e a guitarra para pagar contas.

(Foto: reprodução / Instagram @fiuk)

“Não foi fácil. Sempre vivi de eventos, então sempre me arrisquei. Mexeu muito comigo. Acabei me expondo muito na hora e já vi, inclusive, alguns memes. Eu sou emancipado desde os 16 anos, óbvio que poderiam pensar que o filho do Fábio Jr. é mimado”, esclaresceu.

“Se eu ganhasse mesada, se ele tivesse conduzido minha vida assim, também não teria vergonha, mas infelizmente, ele não paga, tá galera? Eu moro com ele, mas desde os 16 anos pago minhas contas. Fico alternando entre meu pai, minha mãe e sou muito caseiro”, completou.

Ensinamentos do BBB 21

Fiuk passou quase 100 dias confinado, assim como Camilla de Lucas e Juliette Freire. Na conversa, ele comentou como ele mudou durante esses 3 meses. “Acho que tive coragem de ser eu. Sempre fui tão inseguro. A gente vive nesse mundo… Sou ator e cantor, então me dei o direito de ser imperfeito, sempre escondi minha depressão, meu TDAH, por conta das redes sociais, que as pessoas estão sempre sorrindo”, disse.

“Foi uma experiência muito dolorosa, mas muito transformadora. Foi lindo. Estou muito grato, porque estou muito realizado. Não sou perfeito, desculpa decepcionar as pessoas. Carrego as minhas dores, mas também sou gente fina [risos]”, completou ele, que é irmão de Cleo Pires.