Google faz doação de R$1,2 milhão para ajudar famílias em Petrópolis

A chuva que destruiu Petrópolis matou mais de 170 pessoas e deixou pelo menos 930 desabrigadas

Resumo da Notícia

  • O Google fez uma doação generosa para ajudar as famílias de Petrópolis
  • A doação foi de US$ 250 mil (equivalente a R$ 1,2 milhão)
  • A plataforma incluiu Petrópolis na plataforma 'Alerta de SOS'

O Google.org, braço filantrópico do Google, fez uma doação generosa na última segunda-feira para ajudar as famílias de Petrópolis que sofreram com a tragédia. A doação foi de US$ 250 mil (equivalente a R$ 1,2 milhão), a chuva que destruiu a cidade matou mais de 170 pessoas e deixou pelo menos 930 desabrigadas.

-Publicidade-

Diante das operações de busca que continuam na região, a entidade filantrópica do Google irá administrar uma campanha por contribuições de ajuda ao município. Segundo a multinacional, os recursos serão administrados pelo ‘Center for Disaster Philanthropy’ (Centro Filantrópico de Desastres, em português), uma organização global especializada na distribuição de doações para organizações sem fins lucrativos que trabalham para apoiar os esforços de socorro e recuperação de cidades.

Neste momento, ‘como ajudar Petrópolis‘ é um dos termos mais buscados no Google. “Nós nos unimos a essa corrente de ajuda e solidariedade às famílias das vítimas das enchentes e deslizamentos. Continuaremos atentos à situação em Petrópolis e demais regiões do País e seguiremos apoiando os brasileiros e o trabalho das organizações locais por meio da tecnologia, destacando informação útil, relevante e confiável”, disse, em nota.

Google fez uma doação para família de Petrópolis
Google fez uma doação para família de Petrópolis (Foto: Reprodução)

Além da ajuda com recursos financeiros, o Google incluiu Petrópolis na plataforma ‘Alerta de SOS’, que sinaliza regiões em estado crítico na busca e no Google Maps. Ao pesquisar por “Enchente Petrópolis”, por exemplo, é possível encontrar as principais notícias sobre o tema, informações sobre as áreas afetadas, dicas de segurança, contatos e links de autoridades locais.

“Já no Maps, a pessoa pode visualizar as regiões impactadas no momento, inclusive pelo celular – nesse caso, aparecerá um ícone específico no mapa e um card com mais informações sobre a crise, também disponibilizando telefones e sites úteis. Maps inclui atualizações em tempo real, como a situação do trânsito, ruas intransitáveis e caminhos alternativos”, acrescentou.

O objetivo principal do sistema é fornecer informações úteis e relevantes para a população afetada pelas fortes chuvas no País. O Google disponibilizou o Alerta de SOS sobre as regiões em estado crítico na Busca e no Google Maps.