Grávida de gêmeos desabafa após perder um dos bebês: “Equilibrando tristeza com felicidade”

Blogueira Nikki Manashe disse estar passando por um ‘processo de luto muito estranho’, já que outro bebê continua se desenvolvendo

Resumo da Notícia

  • Nikki Manashe, que está grávida de gêmeos, contou ter perdido um dos bebês
  • Ela descobriu a notícia após fazer um exame na sétima semana da gestação
  • O outro bebê continua se desenvolvendo

Neste último domingo, 13 de novembro, Nikki Manashe, blogueira, usou o Instagram para compartilhar uma triste notícia com os seguidores. A mãe, que está grávida de gêmeos, contou ter perdido um dos bebês. Ela descobriu a notícia após fazer um exame na sétima semana da gestação.

-Publicidade-
Grávida de gêmeos, mãe faz desabafo sobre aborto espontâneo de um dos bebês (Foto: Reprodução / DailyMail)

Segundo informações do DailyMail, o médico disse para Nikki que ela sofrera a “síndrome do gêmeo desaparecido”, que ocorre quando mais de um embrião se desenvolve no útero, mas um deles é absorvido pela placenta ou pelo outro bebê. A blogueira, que já realizou quatro fertilizações in vitro e sofreu cinco abortos espontâneos, relata no blog as dificuldades sobre a fertilidade.

Nikki tem um número grande de células assassinas naturais, que fazem com que seu corpo ‘combata a gravidez como uma infecção’. “Emoções – coração partido e feliz ao mesmo tempo? Pesar e excitação. Sem palavras”, disse ela em relato emocionante, compartilhado na rede social.

-Publicidade-

A mãe de primeira viagem contou os planos que tinha para a gestação. “Eu nunca planejei ter gêmeos. Mas quando fiquei grávida de dois bebês, quis muito os dois. Comecei a planejar me mudar para uma nova casa no campo e visualizava e sonhava com dois bebês crescendo juntos”. Ela relatou ainda que contou a notícia para seu marido, Alex Reid, por meio de uma chamada de vídeo após a consulta. “Ele ficou arrasado. Foi bom ter alguém comigo”, disse ela.

Nikki deve se manter isolada do marido até o nascimento do bebê (Foto: Reprodução / DailyMail)

Nikki conta que sentiu uma mistura de emoções quando soube a notícia da perda do bebê. “É uma emoção muito surreal, porque você deveria estar feliz. Meu coração está partido porque estou vivendo com apenas um bebê agora”, contou Nikki. “Eu perdi um bebê enquanto permanecia grávida e é um processo de luto muito estranho que não posso descrever. Já perdi bebês no passado, mas perder um e ter um sobrevivente é como se eu estivesse equilibrando tristeza com felicidade”.

Agora, Nikki deve se manter isolada do marido até o nascimento do bebê, que está previsto para o dia 18 de julho do ano que vem, devido ao tratamento que está tendo. Atualmente a gravidez está na nona semana e o bebê está saudável. “Posso finalmente descansar agora que sei que meu bebê está bem”, disse.

O que são as ‘células assassinas’?

As células “assassinas” ou exterminadoras naturais (células NK, do inglês Natural Killer Cell) desempenham um papel fundamental em nosso sistema imunológico, atuando no combate a infecções virais e até células tumorais. Desde que uma mulher engravida, uma série de adaptações imunológicas acontecem no corpo materno, para permitir um microambiente que seja compatível com a gravidez e uma placentação saudável. Isso ocorre para que, em gestações normais, as células fetais não sejam percebidas como estranhas e, portanto, não sejam rejeitadas pelo sistema imunológico materno.

-Publicidade-