Homem reencontra família após 11 anos ao ser internado sem documentação

Hélio Xavier foi internado no Hospital após ter uma suspeita de AVC, no entanto, o paciente não tinha documentação e contou que não via a família há 11 anos

Resumo da Notícia

  • Homem é internado sem documentação e relata não ver a família há 11 anos
  • O Serviço Social do Hospital foi atrás da família do paciente e encontra uma irmã que não via há 24 anos
  • Hélio sai do hospital com a irmã e muda para o Rio de Janeiro, onde ela mora, para ser cuidado pelos familiares

Nesta última quinta-feira, o paciente Hélio Mariano Xavier (54), reencontrou a família após 11 anos ao ser internado sem documentação no Hospital Estadual Central Dr. Benício Tavares Pereira (HEC), em Vitória, no Espírito Santo. O homem, encontrou com a irmã após ser encaminhado ao Pronto Socorro pelo Serviço de Atendimento Móvel (SAMU), com suspeita de AVC.

-Publicidade-

Hélio precisou ficar alguns dias intubado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e informou o nome ao médicos quando saiu. Ele também relatou que morava em uma cidade no interior de Minas Gerais, Caratinga, e decidiu viver no Espírito Santo após se apaixonar pelas praias: “vim para conhecer as praias e não quis mais ir embora”, contou.

Homem reencontra família após 11 anos
Homem reencontra irmã que não via há 24 anos (Foto: Reprodução / Sesa / Gazeta)

Ao saberem que o paciente estava sem ver a família por muitos anos, o Serviço Social do Hospital, foi atrás da família do paciente para auxiliá-lo no processo de recuperação. Contudo, encontraram uma das duas irmãs de Hélio, que mora em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. “Eu não o via há 24 anos, quando me mudei para o Rio de Janeiro. Desde que ele saiu de Minas, há 11 anos, ficamos sem notícias dele, chegamos a pensar que algo fatal pudesse ter acontecido. Mas Deus deu a oportunidade de reencontrá-lo e poder acolhê-lo junto à família agora”, contou a irmã ao jornal Gazeta.

Hélio afirmou estar feliz por essa oportunidade de estar novamente com os familiares: “Estou feliz por reencontrar minha irmã e conhecer meus sobrinhos. Agora quero aproveitar um pouco das praias do Rio de Janeiro também!”, continuou, ainda enfatizando o amor pelas praias.